Temer vai entregar loterias da Caixa para empresários gringos

Domingo 24, setembro 2017

Previsto para meados de dezembro, o leilão da concessão da Lotex, estatal de loterias instantâneas conhecida como raspadinha, já atrai o interesse de três multinacionais do setor de jogos. A britânica IGT, a grega Intralot e americana Scientific Games estão acompanhando o processo que vai a audiência pública na terça (26). Além do serviço de operação de loterias, as empresas atuam em segmentos como gestão de apostas esportivas, slot machines, tecnologia e desenvolvimento de jogos. Listada na Bolsa de Nova York, a IGT se declara a maior do mundo. Ela mantém um escritório em São Paulo, à espera da retomada dos negócios suspensos desde a proibição dos bingos em 2004. É sócia da Gtech, que foi alvo da CPI dos Bingos à época. Procurada, a IGT admite interesse na Lotex, mas ressalva que ainda são estudos. “A IGT é uma forte candidata, mas ainda não temos decisão final sobre a participação nessa licitação, pois estamos analisando as condições que... Leia mais

Temer deixa o povo de lado e governa para empresários e conservadores

Domingo 24, setembro 2017

Em 16 meses de gestão de Michel Temer, demandas do empresariado e de setores que defendem posições conservadoras tiveram avanço significativo no Executivo e no Congresso. Propostas encampadas por campos opostos, por outro lado, não registraram movimentação expressiva no governo ou no Legislativo, que nas últimas eleições assistiu a um crescimento das bancadas da bala (segurança pública), evangélica e ruralista. Assim que assumiu, em 12 de maio de 2016, Temer recebeu uma pauta de reivindicações de representantes do empresariado e dos ruralistas, dois segmentos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff (PT). A CNI (Confederação Nacional da Indústria) enviou um documento com 36 “propostas para o Brasil sair da crise”. Pelo monitoramento da entidade, 29 avançaram. Já os ruralistas encaminharam 17 pontos prioritários, dos quais 13 foram atendidos. “O governo correspondeu plenamente às nossas expectativas. Foram ações de coragem, de um governo... Leia mais

O mistério da salvação de Temer

Sábado 23, setembro 2017

Apesar das atribulações decorrentes da transição no Ministério Público, com a rápida queda na sexta de um dos membros da nova equipe de Raquel Dodge, a segunda denúncia de Rodrigo Janot contra o atual ocupante do Planalto merece leitura atenta. Mais ampla que a primeira, a peça agora enviada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) à Câmara retroage ao início dos anos 2000, quando Temer foi eleito presidente do PMDB, para caracterizar a formação do agrupamento que acabou por ascender ao poder máximo da República. O relato do ex-procurador-geral dá conta de uma sistemática ocupação de espaços –tanto no Legislativo quanto no Executivo– com vistas à obtenção de dinheiro. Comandada por Michel Temer, a tropa formada por Eduardo Cunha, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha e Wellington Moreira Franco teria agido sempre em conjunto, apesar de por muito tempo parecer que Cunha fosse um ponto fora da curva. A narrativa, contudo, parece não comover a... Leia mais

Vazamentos seletivos são usados para forçar punitivismo, diz ministro do STJ

Sábado 16, setembro 2017

O Ministério Público e a polícia usam a imprensa com o intuito claro de criar pano de fundo favorável à acusação em processos e para defender projetos de lei absurdamente imorais, aproveitando-se da sanha acusatória que toma conta do país. Com isso, qualquer um que discorde dos órgãos de acusação é taxado como inimigo, cúmplice de bandido e favorável à corrupção. A constatação é do ministro Sebastião Reis, do Superior Tribunal de Justiça, que fez duras críticas à omissão das instituições em relação ao que classifica como “vazamentos seletivos” de processos. “Vejo o Ministério Público, que prega e defende a tolerância zero, silenciando quando procedimento sigiloso é tornado público”, afirma. Em palestra organizada pelo Instituto Victor Nunes Leal, ele afirmou que há um silêncio “assustador” em órgãos que deveriam protestar contra essa atuação, mas se calam e, pior, muitas vezes aplaudem e incentivam esse tipo de procedimento.... Leia mais

O roubo foi maior, presidente

Quarta-feira 13, setembro 2017

O inquérito do “quadrilhão” do PMDB implode o discurso de que Michel Temer seria vítima de perseguição da Procuradoria. Agora é a Polícia Federal, e não mais o Ministério Público, quem sustenta que o presidente está no topo de uma organização criminosa. O relatório da PF faz um raio-x na atuação do chamado PMDB da Câmara. São quase 500 páginas de uma longa crônica de assaltos aos cofres públicos. O documento descreve falcatruas milionárias na Petrobras, na Caixa Econômica, em Furnas, no Ministério da Agricultura, na Secretaria de Aviação Civil e no Congresso. De acordo com a investigação, o esquema operava em diversas modalidades: do pedágio em obras à venda de medidas provisórias, da fraude em licitações à cobrança de propina para liberar empréstimos. Sua aposta mais lucrativa foi a eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara, em 2015. Com um investimento de R$ 30 milhões, repassados pela JBS, o grupo teria subornado... Leia mais

‘O senhor é um traidor. Repito, traidor!’, diz aliado de Alckmin sobre Doria

Quinta-feira 7, setembro 2017

A temperatura na tribuna da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) subiu na terça-feira (5), com aliados do governador Geraldo Alckmin (PSDB) disparando ataques ao prefeito João Doria (PSDB). “O senhor é um traidor. Vou repetir: o senhor é um traidor. E não existe nada pior no mundo do que a traição. O senhor traiu o governador vergonhosamente”, discursou o deputado estadual Campos Machado (PTB). O governador paulista quer disputar a Presidência, mas vê seu antigo afilhado político em movimentação para tentar se credenciar para a campanha, com viagens frequentes a cidades, especialmente no Nordeste. “A cidade não tem prefeito. O prefeito é um turista que vem de vez em quando a São Paulo. Ele dizia que era gestor. Ele nunca foi gestor, ele é político. E mais político que nós. Nós somos amadores perto de João Doria, esse é profissional.” Também se pronunciou o tucano Carlos Bezerra Jr., marido da vereadora Patrícia Bezerra (PSDB),... Leia mais

Processo vergonhoso

Domingo 3, setembro 2017

  O governo entrou em setembro à beira de um ataque de nervos. Na noite de sexta, a Presidência emitiu uma nota agressiva, com ataques aos delatores Lúcio Funaro e Joesley Batista. No revide, o dono da JBS chamou Michel Temer de “ladrão geral da República”. O Planalto tenta se antecipar ao que vem por aí: a segunda denúncia criminal contra o presidente. A estratégia, mais uma vez, resume-se a um esforço de desqualificar quem acusa. A novidade é o ataque a Funaro, apontado como operador dos esquemas do PMDB da Câmara. A nota oficial diz que o doleiro é um “criminoso notório e perigoso”, movido pela “vontade inexorável de perseguir o presidente da República”. Em outro trecho, o documento assume tom de folhetim e se refere ao delator como “essa pessoa”. Na versão do palácio, Funaro prestou um depoimento falso para servir a quem tenta derrubar Temer. O problema é que “essa pessoa” não foi inventada pelo... Leia mais

Orçamento ‘fake’ e segunda denúncia aguardam volta de Temer

Sábado 2, setembro 2017

  Que o Orçamento é obra ficcional, sempre se soube em Brasília. Mas a derrota parlamentar do governo Michel Temer, ao não aprovar uma nova meta de deficit fiscal a tempo de fechar a proposta orçamentária de 2018, transformou o texto enviado nesta semana ao Congresso num conto burlesco. Na Presidência da República, o deputado Rodrigo Maia enzonou. Assinou o Orçamento “fake” só na última hora; recusou-se a canetar medidas provisórias e projetos de lei necessários para cumprir a futura meta e a peça orçamentária, que precisará ser remendada. São propostas impopulares de aumento de carga tributária e de porrete no funcionalismo. Deixou para Temer na volta da China. O presidente sentirá um clima diferente na cidade no retorno. A Esplanada dos Ministérios já respira o ar seco e quente da segunda denúncia. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin alternam atos formais quase ensaiados,... Leia mais

Financiadores de filme sobre a Lava-Jato foram reunidos pela Saga Investimentos

Domingo 27, agosto 2017

Quem bancou o orçamento de R$ 15 milhões para botar nos cinemas agora no dia 7 a megaprodução “Polícia Federal — A lei é para todos”, o filme da Lava-Jato? Seus produtores não dizem sob nenhuma hipótese. O que se sabe até agora é que foram 30 investidores reunidos pela paulista Saga Investimentos. Leia mais

O monstro de Mato Grosso

Domingo 27, agosto 2017

  O ministro Luiz Fux avisou: uma delação “monstruosa” estava prestes a vir à tona. O monstro deixou o fundo do lago na sexta-feira. Tem quatro volumes, 15 apensos e alguns gigabytes de vídeos com cenas de corrupção explícita. As imagens foram gravadas na sede do governo de Mato Grosso. Os personagens mudam, mas a ação é sempre a mesma: políticos recebendo propina em dinheiro vivo. Um deputado armazena as cédulas numa caixa de papelão. Outro usa uma mochila. O atual prefeito de Cuiabá, o peemedebista Emanuel Pinheiro, prefere encher os bolsos do paletó. É tanta grana que um maço de notas chega a cair no chão. O principal delator do esquema é o ex-governador Silval Barbosa, também do PMDB. Ele contou que deputados, prefeitos e conselheiros do Tribunal de Contas recebiam um mensalinho para não atrapalhar a roubalheira no Estado. A Procuradoria afirma que a organização criminosa era chefiada por Blairo Maggi, ex-governador de Mato Grosso e atual... Leia mais

PT dá banho nas redes

Quarta-feira 2, agosto 2017

  Sentindo-se abandonado pela mídia, o presidente Michel Temer recorre cada dia mais a um instrumento político que já é importante agora e será importantíssimo em 2018: as redes sociais. Mas o campeão no uso do Facebook e do Twitter é justamente o seu maior e mais implacável adversário no Congresso, o PT. Durante todo o primeiro semestre legislativo, de 2 de fevereiro a 17 de julho, quando começou o recesso, a empresa de comunicação FSB acompanhou 24 horas por dia o uso das redes por 559 deputados e senadores, que publicaram 85.203 posts no período. Os resultados foram com quatro cortes: Câmara, Senado, Congresso e partidos mais influentes nas redes. Dos 594 congressistas, 35 nem se dão ao trabalho de se comunicar virtualmente com seus eleitores. O resultado da pesquisa é muito interessante: o PT ficou em primeiro lugar no ranking dos partidos, com nota 80, enquanto o PSDB só conseguiu o 15.º lugar, com nota 8,1. Preguiça ou ignorância do poder da... Leia mais

Preso pela PF, Henrique Eduardo Alves foi deputado por 44 anos e responde a outras acusações na Justiça

Quinta-feira 22, junho 2017

  O ex-presidente da Câmara e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), preso na manhã desta terça-feira (6), acusado de receber propina pela construção do estádio Arena das Dunas, de Natal, exerceu o mandato de deputado federal por 44 anos ininterruptos. Filho do ex-ministro e ex-governador Aluizio Alves, já falecido, ele chegou ao Congresso em 1971 e de lá só saiu no início de 2015, após perder a disputa ao governo estadual. Com 11 mandatos, ele empata com o ex-presidente da Câmara Ulysses Guimarães (PMDB) na segunda colocação entre os deputados com mais legislaturas. Os dois perdem apenas para o ex-deputado baiano Manoel Novaes, que exerceu 12 mandatos, entre 1933 e 1982, detentor do recorde nacional. Presidente da Câmara entre fevereiro de 2013 e fevereiro de 2015, Henrique Eduardo Alves foi ministro do Turismo nas gestões de Dilma e Michel Temer. Amigo pessoal do presidente Michel Temer, o peemedebista deixou o cargo em junho de 2016 após... Leia mais

Delação deixa 60% de condenados de fora das grades

Sábado 17, junho 2017

 O perdão judicial aos empresários do Grupo J&F, Joesley e Wesley Batista, reacendeu o debate sobre a extensão da contrapartida concedida aos colaboradores da Operação Lava Jato. Até então, o maior benefício recebido por delatores havia sido a redução da pena ou a atenuação da forma a ser cumprida. Em uma amostra de 26 acordos analisados pelo Estado, por exemplo, 60% dos réus condenados ao regime fechado escaparam de ficar atrás das grades após firmarem acordos de colaboração premiada. Para o procurador da República Januário Palubo, integrante da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, os benefícios dados aos delatores, não só os concedidos aos irmãos Batista, estão longe de se configurarem impunidade. Com larga experiência em acordos de colaboração premiada, Palubo diz que se trata de contrapartidas proporcionais à quantidade e à qualidade das informações prestadas pelos delatores. Nesse escopo estão, principalmente, as confissões de crimes por... Leia mais

Magistrados pedem eleições diretas “diante da deterioração da legitimidade do governo”

Quarta-feira 14, junho 2017

Algum sinal a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deu ao manter a prisão preventiva da irmã de Aécio Neves, Andrea Neves. As acusações que pesam sobre Aécio são mais pesadas do que as que pesam sobre Andrea. Afinal ela era, segundo as investigações, uma executora dos supostos crimes. Ela cumpria as determinações de seu mandante, que seria Aécio Neves. Se na próxima semana a Primeira Turma determinar a prisão do senador tucano, ela estará mostrando coerência. Se sua irmã não teve a prisão preventiva revogada, não se justificaria que a mesma turma tome decisão diferente com relação a Aécio. A decisão da Primeira Turma pode estar sinalizando o que vai acontecer na próxima semana. Em nota divulgada nesta quarta-feira (14), a Associação Juízes para a Democracia (AJD) defendeu a interrupção do mandato de Michel Temer e a realização de eleições diretas como meio de escolha de um novo presidente da República. Para a entidade, diante da... Leia mais

A derrota da república de Curitiba no TSE e a confirmação do golpe contra Dilma

Sábado 10, junho 2017

Logo depois de concluída a sessão do Tribunal Superior Eleitoral de ontem, que não cassou a chapa Dilma-Temer, o jornal O Globo criticou o fato em editorial intitulado “TSE erra o passo”. E continuou: “De quebra o Tribunal deixa Dilma livre para concorrer em 2018”. No mesmo diapasão crítico, pela manhã, antevendo o resultado que não desejava no julgamento do TSE, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, dos mais vorazes de Curitiba, no seu estilo agressivo e desrespeitoso dizia “o verdadeiro cúmulo do cinismo é a cegueira intencional da maioria dos ministros do TSE…” (Blog Fausto Macedo). Realmente, o resultado do julgamento do TSE foi uma derrota para a república de Curitiba. Membros do Tribunal Superior Eleitoral, especialmente seu presidente, o controvertido Juiz Gilmar Mendes, que também é do Supremo Tribunal Federal, STF, fizeram críticas contundentes a métodos arbitrários da Lava Jato e deram elementos jurídicos que mostravam o golpe que... Leia mais

Temer estaria pressionando Anatel em favor da Simba

Quinta-feira 8, junho 2017

  Deu no site Teletime: As emissoras de TV reunidas na empresa Simba, que representa os interesses de Record, SBT e Rede TV na negociação dos sinais das redes abertas junto a operadoras de TV por assinatura, acionaram sua arma mais poderosa para forçar uma negociação: a pressão política. Segundo apurou este noticiário, as emissoras procuraram no final de maio o ministro Wellington Moreira Franco, da Secretaria Geral da Presidência, sinalizando com apoio ao governo, tanto no tom editorial quanto na bases políticas no Congresso. Seriam cerca de 80 votos na Câmara. Ato contínuo, Moreira Franco teria procurado a Anatel para pressionar a agência em favor das emissoras. A estratégia seria impor às operadoras de TV por assinatura um desconto a ser concedido aos assinantes pelo fim do carregamento dos sinais abertos. A agenda do presidente da Anatel Juarez Quadros registra uma reunião com o ministro Moreira Franco no dia 24 de maio, entre 10:00 e 10:30, e a agenda de... Leia mais

Temer contesta o que não foi dito: ninguém lhe atribuiu solicitação

Domingo 4, junho 2017

  Já que Michel Temer vive dias tão calorosos, sob mais acusações na semana encerrada e julgamento na que começa, vale retomar um tema suplantado, apesar da importância, pela autenticidade ou trucagem da gravação de Joesley Batista nos porões da noite presidencial. A essa dúvida, a perícia da Polícia Federal promete responder. O objeto da recomendação de Temer a Joesley, porém, ficou como questão em aberto. O trecho crucial, exposto na íntegra da gravação publicada pela Folha em 22 de maio, é este: “Joesley: […] Negócio dos vazamentos do telefone lá…do Eduardo, com Geddel, volta e meio citava alguma coisa meio tangenciando a nós, a não sei o quê. Eu tô lá me defendendo. [inaudível] como é que eu…quê que eu mais ou menos dei conta de fazer até agora? Eu tô de bem com Eduardo. Temer: É, tem que manter isso, viu? [fica inaudível] Joesley: [inaudível] todo mês.” As deduções proporcionadas por esse trecho se... Leia mais

Áudios de Aécio e Andrea Neves revelam bastidores da relação do poder com a mídia

Sábado 3, junho 2017

Grampos trazem à tona como senador afastado age para calar seus críticos, prática já denunciada diversas vezes pela imprensa de Minas Gerais Nos áudios, o presidente nacional do PSDB, o senador afastado, dá ordens expressas ao governador do Paraná, o também tucano Beto Richa, para acionar sua assessoria de imprensa (“pessoal mais qualificado”), a fim de intervir para tirar rapidamente do ar a matéria “Aliado do Paraná já considera Aécio na cadeia”, postada (e retirada) pelo UOL do Paraná(Veja os áudios) . Leia aqui na Rede Brasil Atual Leia mais

Em denúncia, Janot relaciona troca de ministro da Justiça à pressão de Aécio e investigados

Sábado 3, junho 2017

Em denúncia criminal apresentada nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sugere que a troca do comando do Ministério da Justiça está relacionada à pressão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e de outros investigados. “Após a deflagração da “Operação Patmos” em 18 de maio de 2017 e a revelação do envolvimento do próprio presidente da República, Michel Temer, em supostos atos criminosos, a pressão do senador Aécio Neves e outros investigados intensificou-se, e Osmar Serraglio foi efetivamente substituído no Ministério da Justiça por Torquato Jardim”, diz Janot na denúncia. Janot cita também, a partir do relato das gravações de conversas feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, a chamada “solução Temer” como forma de barrar a operação Lava Jato. A acusação contra Aécio por corrupção passiva e obstrução de Justiça detalha, a partir... Leia mais

Haddad na mira dos golpistas

Sábado 3, junho 2017

  A movimentação golpista continua com toda a força no Brasil. O alvo agora dos golpistas é o ex prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Uma ação da Polícia Federal, chamada de Cifra Oculta que é um desdobramento da Lava Jato, investiga um repasse para a campanha à prefeitura da capital paulista de 2012 da empreiteira UTC no valor de R$ 2,6 bilhões por meio de caixa 2. A acusação é baseada na delação do empreiteiro e sócio da UTC Ricardo Pessoa. Segundo o delator teria sido pago esses valores à uma gráfica como forma de pagamento de dividas do período eleitoral e ainda vinculou a empresa gráfica a um ex-deputado estadual petista, Francisco Carlos de Souza. O repasse teria sido por um doleiro em dinheiro vivo e não declarado para a Justiça Eleitoral. Fernando Haddad, em nota à imprensa, afirmou que toda a sua campanha foi devidamente declarada à justiça. E o mais grave. A empreiteira UTC, que teria sido a financiadora dessa operação financeira ilegal,... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos