O choque de indigestão de Aécio

Sexta-feira 17, outubro 2014

  Do ponto de vista financeiro, o choque de gestão em Minas foi um fracasso tão grande quanto o foi do ponto de vista social. Mas Aécio não concorda O documento de 31 de janeiro de 2013, reverenciando os dez anos do choque de gestão promovido pelo governo do PSDB em Minas Gerais, inicia com a seguinte afirmativa: “O programa choque de gestão se tornou a principal referência em administração pública no Brasil”. E continua da seguinte maneira: “O ponto de partida era uma ideia simples, inovadora e de grande impacto: gastar menos com o governo e mais com o cidadão. Ao mesmo tempo, reduzir o peso dos recursos destinados à máquina administrativa e ampliar os investimentos destinados a melhorar a qualidade de vida das pessoas em áreas como saúde, educação, segurança, infraestrutura, meio ambiente e geração de emprego e renda entre outras”. Vamos por partes. Saúde. Em adição a essa proposta, Aécio Neves, hoje candidato à Presidência,... Leia mais

Nepotismo em Minas Gerais:A família que mama nas tetas dos cofres públicos

Quinta-feira 16, outubro 2014

O primeiro debate do segundo turno, realizado na terça-feira, pela TV Bandeirantes, foi marcado por uma série de ataques entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) que entrou como nova munição na reta final da disputa pela Presidência.   As acusações suscitaram dúvidas sobre sua veracidade em temas tão distintos quanto inflação, transferências obrigatórias para a saúde, nepotismo em Minas Gerais e financiamento do BNDES para projeto em Cuba.   Numa arma que ainda não havia sido explorada por sua campanha, Dilma acusou Aécio de nepotismo por empregar parentes na administração direta e indireta de Minas Gerais. Ontem, em entrevista, a petista voltou à carga. “Se fosse no governo federal, ele não poderia. Lá [em Minas Gerais] eu não sei qual é a legislação vigente, mas no governo federal é nepotismo. Você não pode contratar irmão, um tio, três primos e três primos.” Entre os parentes, a crítica de Dilma refere-se a Andréa Cunha... Leia mais

Grupo hostiliza petistas; Suplicy tira ‘selfie da paz’

Quinta-feira 16, outubro 2014

  Uma plenária do PT em favor da reeleição da presidente Dilma Rousseff realizada numa universidade particular no bairro da Liberdade, na zona central de São Paulo, quase acaba em confusão entre militantes e estudantes pró-Aécio Neves (PSDB) na noite desta quarta-feira, 15. Apesar da troca de insultos, a peleja terminou mesmo em debate político no pátio com direito a selfies de alunos, com adesivos de Aécio colados nas roupas, ao lado do senador petista Eduardo Suplicy. O burburinho aconteceu na Universidade Nove de Julho (Uninove), que sediava o ato político organizado pelo deputado federal Paulo Teixeira (PT) e com a presença do prefeito Fernando Haddad e da filosofa Marilena Chauí. O espaço, reservado pelo PT, estava enfeitado com bandeiras do partido e da candidata à reeleição. Um grupo de estudantes de medicina tentou entrar no recinto e foi impedido por militantes petistas. O clima esquentou e houve troca de insultos. “Eles nos xingaram e chegaram a... Leia mais

Jornalista faz lista com 27 motivos para não votar em Aécio Neves

Quarta-feira 8, outubro 2014

  Aécio e seu padrinho político Fernando Henrique. Por que ele esconde FHC de sua campanha (após cada capítulo há links para comprovar as denúncias) CENSURA 1- Censurou a parte da imprensa mineira que ousou denunciar esquemas de corrupção quando governador de MG. 2- Também tentou censurar o Google, Yahoo! e Bing, movendo um processo para retirada de links relacionados ao uso de drogas e ao desvio de verbas da saúde. 3- Mandou demitir um diretor da Globo de Minas Gerais após três reportagens que o desagradaram. 4- Não gosta de ser investigado: em 10 anos ele e seu sucessor Anastasia só permitiram 3 CPIs em Minas Gerais. Mais de 70 foram barradas. http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/03/1425228-justica-nega-pedido-de-aecio-para-bloquear-buscas-na-internet.shtml http://www.midiaindependente.org/pt/red/2003/09/262572.shtml CORRUPÇÃO QUANDO FOI GOVERNADOR DE MINAS GERAIS 5- Foi processado por desviar R$ 4,3 bilhões da saúde. 6- Construiu 5 aeroportos em cidades... Leia mais

MEC publica edital do ‘Mais Cultura nas Universidades’, que prevê repasses de R$ 20 milhões

Quarta-feira 8, outubro 2014

  O Ministério da Educação (MEC) e o Ministério da Cultura (MinC) publicaram nesta quarta-feira (08) o primeiro edital do programa “Mais Cultura nas Universidades”, que repassará R$ 20 milhões a universidades federais e instituições federais de ensino tecnológico e profissionalizante que promovam ações de promoção cultural. O texto foi publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União (DOU). O programa fora anunciado em dezembro do ano passado pelos então ministros da Educação, Aloizio Mercadante (atual Casa Civil), e da Cultura, Marta Suplicy. Mas até então, como não havia edital, a iniciativa carecia de mais detalhes. Dentre os grupos culturais contemplados pelo texto, estão comunidade cigana, população de rua e comunidade LGBT. Veja aqui o edital. De acordo com o edital, os repasses vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhões para instituições federais que promovam ações culturais que se enquadrem dentro dos critérios estipulados... Leia mais

Janio de Freitas: Feia, grossa e errada

Domingo 28, setembro 2014

  Vê-se que o fracasso da agressividade de José Serra, na disputa com Lula, não serviu de ensinamento Aí estão os dias finais de uma campanha feia. Antecipada por Eduardo Campos e Aécio Neves, que em maio já tinham atitudes eleitoreiras, nos cinco meses até agora não deixou nem um só instante de brilho pessoal ou de criatividade política. Não é menos notável que, em se tratando de candidaturas à Presidência, também não aparecesse nem uma só proposta capaz de distinguir-se do que tem composto o palavrório trocado entre oposições e governos. Em compensação, não faltou grossura. Desde sua queda na pesquisa anterior à de agora, Marina Silva consumiu muito das oportunidades de atração eleitoral com o discurso de vítima na campanha baseada em ataques. É claro que algum efeito o tiroteio político sempre produz, em quem é alvo e no atirador. Mas ninguém sai desta campanha na condição de devedor de ataques aos adversários diretos. E daí vem uma ameaça... Leia mais

Por que o Brasil não assinou a Declaração de Nova Iorque Contra o Desmatamento?

Sábado 27, setembro 2014

  Tenho recebido diversas mensagens de leitores comentando sobre a decisão do Brasil de não endossar o documento que ficou conhecido como a Declaração de Nova York, que “pede o desmatamento zero no mundo”. A maioria das mensagens que recebo é de leitores indignados com a postura do governo brasileiro de não assinar um documento de tamanha importância. Na impossibilidade de responder individualmente aos questionamentos e, por entender que muitas outras pessoas também podem estarem “chocadas” com a situação, decidi fazer esse artigo para tentar esclarecer alguns pontos importantes sobre esse caso. Vamos a eles: O primeiro ponto a ser observado é exatamente o significado desse “documento”. Esse tratado não é uma posição oficial das Nações Unidas e muito menos um documento formal da ONU sobre desmatamento. Cabe esclarecer que as Resoluções, Acordos Internacionais ou Convenções patrocinadas pela ONU levam muitos anos para serem redigidos. São... Leia mais

Erundina discorda das novas bandeiras de Marina e tem reservas à Rede

Sexta-feira 19, setembro 2014

Amiga da presidenciável Marina Silva desde os tempos do PT, a deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) está cada dia mais discreta na função de coordenadora da campanha presidencial. À esquerda da candidata, a socialista discorda da concepção da Rede, partido original de Marina, e perde o sono quando ouve falar sobre propostas como a independência do Banco Central. Principal aliada de Marina no PSB quando Eduardo Campos estava vivo, Erundina virou carta na manga quando a nova cabeça de chapa decidiu colocar seus nomes no comando da candidatura. Marina reivindicou para Erundina o posto de Carlos Siqueira quando este se rebelou contra a indicação do marineiro Walter Feldman para dividir a função de coordenador-geral da campanha. A ex-prefeita de São Paulo assumiu o posto aparecendo ao lado de Marina nos primeiros dias da nova fase da corrida, mas a lua de mel durou pouco. O primeiro cisma aconteceu logo nas primeiras agendas. A paraibana Erundina não foi chamada por... Leia mais

90% dos paulistanos querem mais faixas exclusivas de ônibus, diz Ibope

Quinta-feira 18, setembro 2014

  Pelo menos 90% dos moradores da capital paulista são favoráveis à ampliação das faixas exclusivas para ônibus, segundo pesquisa Ibope, encomendada pela Rede Nossa São Paulo, divulgada nesta quinta-feira (18). A aprovação oscilou três pontos percentuais para baixo, dentro da margem de erro, comparada à pesquisa de 2013, quando 93% se mostraram a favor da medida. O levantamento do Ibope, realizado entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro, com 700 pessoas, tem margem de erro de quatro pontos para mais ou para menos. O dado aparece dias depois de a Prefeitura de São Paulo divulgar um levantamento que indica um aumento de 68,7% na velocidade média dos ônibus nos 59,3 quilômetros de faixas exclusivas implantadas em 2014. O trânsito na cidade foi considerado “ruim” ou “péssimo” por 70% dos entrevistados. E o tempo total gasto no trânsito, incluindo todos os deslocamentos, ficou em duas horas e 46 minutos. Mais carros x trânsito ruim Apesar... Leia mais

Aliado de Marina propõe aumentar meta de inflação

Segunda-feira 15, setembro 2014

Um dos economistas mais influentes da equipe que assessora a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, propôs na semana passada o aumento da meta oficial de inflação fixada para o próximo ano, para acomodar reajustes de preços no início do novo governo se Marina for eleita. A ideia foi lançada pelo economista Alexandre Rands e não faz parte da plataforma da candidata, mas deverá ser discutida internamente nos próximos dias. Ela foi apresentada em público pela primeira vez em evento organizado pelo Bank of America/Merrill Lynch na segunda-feira (8), em São Paulo, que reuniu 500 investidores e executivos do mercado financeiro. A meta de inflação é o alvo fixado pelo governo para dar à sociedade uma ideia do que esperar do comportamento dos preços. Essa referência perdeu credibilidade na gestão de Dilma Rousseff (PT), porque a inflação ficou sempre muito acima da meta anunciada, de 4,5% ao ano. O PSB cogitou a possibilidade de propor uma redução da meta para... Leia mais

Candidata do PSB tornou-se refém do fundamentalismo

Sexta-feira 5, setembro 2014

  Hatoum: “A mudança do texto original [do programa de governo] por pressão de líderes religiosos foi lamentável” Confira a seguir a conversa com o escritor Milton Hatoum:  Valor: Você iria votar em Marina e desistiu. O que houve?  Milton Hatoum: Votei nela no primeiro turno em 2010. Este ano estava propenso a votar no candidato Eduardo Campos, isso sim. Acho que ele era um político de centro-esquerda com ideias para o Brasil, com liderança, não estava contaminado nem um pouco por um discurso messiânico, religioso.  Valor: A questão religiosa gerou seu desencanto com Marina? Hatoum: Achei até consistente o programa de governo da Marina, embora muito vago em alguns aspectos, mas quando eu li as alterações todas, feitas às pressas, vi que ela tinha se tornado refém dos partidos religiosos fundamentalistas. Valor: Foi aí que “desmarinou”? Hatoum: Em três dias vimos que a política pode mudar como as nuvens. A mudança do texto... Leia mais

Campanha da Marina se enrola e não explica avião pirata

Quarta-feira 3, setembro 2014

  O presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, disse há pouco que o partido já anexou junto à segunda prestação de contas parcial entregue ao Tribunal Superior Eleitoral documentação sobre o jatinho Cessna Citation, que era usado por Eduardo Campos na ocasião do acidente aéreo que provocou a morte do candidato. A documentação entregue é referente à comprovação da doação de horas de voo do avião e informações sobre os empresários que cederam o jato para a campanha. A prestação de contas sobre o uso do jato segue incompleta, contudo, à espera de informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre as horas voadas para calcular quanto custou o serviço. “Já apresentamos ao TSE toda a documentação dos que cederam o avião”, disse Amaral nesta quarta-feira (3). Mais cedo, Bazileu Margarido, um dos responsáveis pelo comitê financeiro da campanha presidencial de Marina Silva (PSB), disse que o partido depende das informações da... Leia mais

Até no DataFolha Dilma subiu

Quarta-feira 3, setembro 2014

  A candidata do PSB à Presidência interrompeu a sua ascensão e permaneceu na casa dos 34% enquanto a petista Dilma Rousseff chegou a 35% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa DataFolha divulgada há pouco. Dilma tinha 34% na sondagem anterior, dos dias 28 e 29 de agosto, e sua variação, portanto, está dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. Ambas estão em uma situação de empate técnico. Aécio Neves, do PSDB, oscilou de 15% para 14% entre uma sondagem e outra. Na disputa de um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a candidata do PSB venceria por 48% contra 41% da petista, informou o DataFolha, divulgado há pouco pelo site do jornal Folha de S.Paulo. Na pesquisa realizada no final de agosto, a diferença era de 10 pontos porcentuais (50% a 40%) entre as duas candidatas. Se a eleição no segundo turno fosse disputada entre Dilma e Aécio Neves, a atual presidente seria reeleita ao... Leia mais

Pesquisa representa ‘luto’ para Aécio, diz socióloga e especialista em pesquisas eleitorais

Quarta-feira 3, setembro 2014

  A pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira representa “luto” para o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e “alegria” para suas principais adversárias – Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) -, na avaliação da socióloga e especialista em pesquisas eleitorais Fátima Pacheco Jordão. “É difícil ver quem levou a melhor nessa pesquisa entre as duas. Nesse jogo, o único que perdeu foi o Aécio. Houve uma consolidação em torno do nome delas, aparentemente à custa de Aécio”, afirmou, argumentando que, além da queda de quatro pontos porcentuais do tucano no primeiro turno, ele se distanciou de Dilma na simulação do segundo turno. A socióloga destacou que Dilma e Marina cresceram juntas e se distanciaram de Aécio. “Se isso continuar ocorrendo de maneira horizontal, no território eleitoral total, provavelmente Aécio estará fora do segundo turno”, afirmou. “Além disso, a pesquisa confirma o... Leia mais

Plano de Marina defende aborto no SUS

Sábado 30, agosto 2014

   O programa da candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, divulgado na última sexta-feira (29), combina promessas de uma política econômica conservadora do ponto de vista do mercado financeiro, com a independência do Banco Central garantida em lei e a redução da presença do Estado em atividades econômicas, com uma série de medidas de caráter progressista na área de comportamento, como a defesa clara das causas homossexuais. Em relação ao aborto, a ex-ministra promete a regulamentação de sua prática em hospitais da rede, nos casos já legalmente autorizados. Os acenos da candidata ao mercado financeiro aparecem em quase todo o programa de 242 páginas. Um dos mais visíveis é a independência do Banco Central, promessa que não foi assumida nem pelo candidato Aécio Neves, cujo partido, o PSDB, é o mais identificado com o mercado financeiro. Segundo o programa da candidata, é preciso “assegurar a independência do Banco Central o mais rapidamente... Leia mais

Com Marina, baqueiros tomam conta do Brasil

Sexta-feira 29, agosto 2014

  O programa de governo de Marina Silva (PSB) à Presidência defenderá mudança na política de crédito do governo federal, criando mecanismos para que os bancos privados possam aumentar sua participação em relação aos bancos públicos, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Ontem, os principais pontos do programa foram antecipados ao Valor por Maria Alice Setubal, a Neca, herdeira do Itaú, e Mauricio Rands, ambos responsáveis pela coordenação do plano de governo de Marina. “Queremos ampliar o mercado de crédito criando mecanismos para que os bancos privados possam participar mais percentualmente”, afirmou Rands, no comitê de campanha de Marina, em São Paulo. A medida está dentro de um leque de propostas na área econômica, com reformas e microrreformas no mercado de capitais, de crédito, da gestão da administração e da Reforma tributária. O programa de governo – um caderno verde com bordas amarelas, com a foto de Marina e do... Leia mais

Isso é Marina

Quinta-feira 28, agosto 2014

  Na eleição presidencial de 2010, a candidata Marina, que o vice era o Guilherme Leal, dono da Natura que mora há décadas em Londres(isso talvez explique em 2012, Marina aparecer do nada na abertura dos Jogos Olímpicos de Londres, carregando a Bandeira do Brasil), teve baixa votação e ficou em terceiro lugar, perdeu para Dilma e Serra, no Acre, sua terra natal. Seria um alerta do povo do Acre, tipo: “Quem conhece não gosta”? O vice de Marina disse: “Não tem explicação”. Se ela é tão boa como ela diz que é, por que ficou em terceiro lugar ma sia terra natal? A ambientalista Marina disse que está buscando parceiros para fazer uma “nova política”. Até agora, ela encontrou o Serra, Heráclito Fortes, o Bornhausen, Jarbas Vasconcellos, Pedro Simon, e a busca continua. O vice de Marina, Beto Albuquerque, votou a favor da soja transgênica da multinacional dos EUA, Monsanto, é financiado pela indústria de armas, bebidas e pelo... Leia mais

72% já definiram voto

Quinta-feira 28, agosto 2014

  Levantamento aponta que três em cada quatro eleitores têm decisão tomada A pesquisa MDA, divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), apontou que 72,9% dos entrevistados já definiram os votos na corrida presidencial. Outros 26% disseram que ainda podem mudar de candidato e apenas 1,1% das pessoas disseram que não sabem em quem votarão ou não responderam ao questionamento. O levantamento registrou também o porcentual de definição de voto, segundo o candidato citado na intenção de voto. A presidente Dil-ma Rousseff tem 76,9% do porcentual de voto definido, a candidata do PSB, Marina Silva, 74,1%, e o candidato do PSDB, Aécio Neves, 64,2%. Em quem disse que ia votar em nulo ou em branco, o índice ficou em 77,6%. “DE JEITO NENHUM” A pesquisa também mostrou que 45,5% dos entrevistados não votariam “de jeito nenhum” na presidente Dil-ma, 40,4% no tucano Aécio Neves e 29,3%, em Marina Silva . O questionamento busca avaliar... Leia mais

Marina voava no jatinho fantasma, mas,põe a culpa no comitê

Quinta-feira 28, agosto 2014

  A candidata à Presidência da República Marina Silva (PSB) voltou a se esquivar sobre a responsabilidade pelos negócios envolvendo o uso da aeronave Cessna Citation, que caiu em 13 de agosto, matando o Eduardo Campos e mais seis pessoas. Segundo Marina, o ressarcimento pelo empréstimo que bancou o moderno jatinho, assim como a declaração dos valores à Justiça Eleitoral, seriam feitos até o encerramento da campanha, pelo comitê financeiro de Campos. “Tínhamos a informação de que era um empréstimo cujo ressarcimento seria feito no prazo legal. Existem três formas de fazer o provimento da campanha: o comitê financeiro do partido, o do candidato e o da coligação. Nesse caso, era o do candidato”, explicou. Confrontada com a informação de que empresas fantasmas e laranjas poderiam ter participado da aquisição do jato, a ex-ministra do Meio Ambiente repetiu que não tinha qualquer informação sobre “qualquer ilegalidade referente à postura... Leia mais

PF descobre que dono de jato foi beneficiado por deecreto de Eduardo campos

Quinta-feira 28, agosto 2014

A Polícia Federal (PF) descobriu que uma das empresas envolvidas na compra do jato Cessna usado pela campanha do PSB à Presidência da República foi beneficiada por decreto assinado pelo então governador de Pernambuco Eduardo Campos em setembro de 2011. Segundo a investigação solicitada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) à PF, Campos ampliou incentivos fiscais concedidos à Bandeirantes Companhia de Pneus Ltda, que na ocasião era denominada Bandeirantes Renovação de Pneus. O decreto do ex-governador eliminou limites de importação de pneus à empresa, estabelecidos na gestão anterior à de Campos. O jato Cessna caiu em Santos há duas semanas matando Campos e outras seis pessoas. A AF Andrade, registrada na Anac como proprietária do avião, informou ao órgão que vendeu o jato para grupo de empresários de Pernambuco. A Bandeirantes Companhia de Pneus Ltda está em nome de Apolo Santana Vieira. Ele é réu por sonegação fiscal na aquisição de pneus... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos