Depois de perder o território da “Palócia”, os blogueiros “sujos” de verdade que se preparem para uma “batalha de Stalingrado”

Quarta-feira 8, junho 2011

Antes de mais nada, a nova ministra Gleisi Hoffmann (PT/PR) tem tudo para ser uma excelente ministra da Casa Civil. Ela foi uma grata revelação no senado e o ministério pode até ter começado a ficar com uma conformação melhor.

A questão que fica, para se tirar lições, são as consequências, diante das circunstâncias que levaram à queda de Palocci.

O governo Dilma não foi quem mais perdeu. O governo continuaria sob ataque com Palocci ou sem ele, e terá que administrar estes ataques de uma forma ou de outra. O governo tem uma base partidária suficientemente ampla para fazer os arranjos necessários para compor maiorias. O problema é que nesses arranjos é bem provável que, para acomodar uma maioria dentro da zona de conforto, quem terá que ceder espaço é o PT. O tempo se encarregará de dizer.

Palocci não caiu por nenhum ilícito. Ele caiu por uma mera vitória do PIG (Partido da Impresa Golpista) e da oposição, a partir de um dossiê cuja origem tem todas as características de vir da turma do Serra, mais especificamente da secretaria de fazenda de Kassab, ocupada pelo serrista Mauro Ricardo.

Bastaram acusações a partir de insinuações, acompanhadas de discursos e editoriais indignados, e de bombardeio diário no noticiário, que até militantes petistas e blogueiros antes sujos, aderiram. Alguns por serem inocentes úteis. Outros por verem a oportunidade de derrubar o ministro que julgam ser “neoliberal” (se esquecendo que ele não está na Fazenda, nem no Banco Central), fizeram coro à Folha, Globo e Veja, mesmo não acreditando no que copiavam e colavam.

Fazendo uma analogia dramatizada; para os blogueiros verdadeiramente sujos (e talvez para o PT) a queda de Palocci é uma perda mais ou menos como quando Hitler conquistou a Polônia na II Guerra Mundial. Pouco tempo depois haveria a sangrenta batalha de Stalingrado.

E aí vem as consequências:

1) Os blogs que se deixaram seduzir pelo discurso do “não é ilegal, mas não é ético”, sem que houvesse de fato qualquer ilícito; da mesma forma que não concederam o benefício da dúvida, perderam esse benefício perante os “indignados” na hora que forem acusados de contratos com órgãos governamentais (como a TV Brasil). Sempre estarão no mesmo barco de Palocci, perante os “indignados”.

2) O PT praticamente perdeu por antecipação a eleição de 2012 na capital paulista. José Serra já deve estar encomendando o terno da posse. Não interessa o quanto um candidato petista ou do PCdoB seja bom. Há e haverá dossiês para cada um deles, para ser solto no PIG no momento conveniente e ser reverberado nas redes sociais. Só uma militância de esquerda com disposição dos soldados russos que resistiram em Stalingrado (e com comandantes políticos à altura que os mobilizem e motivem), pode salvar esta eleição paulista, depois de entregarem Palocci com relativa facilidade. Ou recorrer a um plano B: aceitar compor com o PMDB, sendo vice, e formar uma aliança de centro-direita capaz de rivalizar com os tucanos na disputa de espaços do poder econômico e midiático paulista.

3) O papel que Palocci fazia no governo Dilma não era torná-lo de direita, era conter o apetite da direita. Alguém terá que fazer esse papel, e pelo visto será alguém do PMDB ou de um partido de centro-direita. Só que em vez de conter, será um quadro da direita dentro do governo. Quem pensava em “guinada à esquerda” no governo, atrapalhou e criou obstáculos para a Presidenta.

4) O PIG e a oposição testaram até onde vai a resistência dos governistas, e tentará de novo, com outro ministro qualquer, com a Presidenta, com Lula, com governadores, com deputados e senadores que são nomes fortes para serem prefeitos em 2012 ou governadores em 2014.

5) Depois de conquistarem a “Palócia” (na analogia com a Polônia na II Guerra), o PIG+oposição vai querer avançar (se tivessem resistido mais em ceder a “Palócia”, a oposição ficaria atolada lá mais tempo, tentando); e não se cansarão enquanto não criarem uma nova CPI do fim-do-mundo, para pautar o noticiário político forjando uma aberração por dia no Jornal Nacional.

6) Como o alvo do PIG+oposição é o PT, os petistas precisam aprender com o PMDB como se reage a um ataque destes. Quando os demo-tucanos quiseram dar o golpe no Senado em 2009, o PMDB denunciou Arthur Virgílio no conselho de ética pelo caso Agaciel Maia. Os tucanos amarelaram. Se os petistas tivessem feito com Aécio Neves, o mesmo barulho que os demo-tucanos fizeram com Palocci, ou cairíam os dois, ou não caíria ninguém.

7) Depois do retrocesso, que foi a blogosfera chamada progressista reabilitar o PIG como “formador de opinião”, os verdadeiros blogueiros sujos terão que “retomar Stalingrado” em uma “guerra sangrenta”, como foi a do chamado “mensalão” e como foi a campanha de baixaria de 2010.

Será que estou sendo pessimista demais? Eu espero que sim, mas receio que não. É melhor preparar as “armas e mantimentos” para a grande “batalha de Stanlingrado”, enfrentando muitas “baixas” (dossiês e assassinando reputações) e baixarias.





63 Comentários

  1. jose Emílio Guedes Lages /

    O Paulo Henrique Amorim no seu “Conversa Fiada” deve estar soltando foguetes junto a seus pseudos inimigos Demotucanos e de onde ele acha que saiu, da imprensa PIGmentada.Saiu?

    Devo confessar que além do mais, ele é um censor da pior espécie, não publica nada que não vai de encontro ao seu “BROG”

    • CARLOS R TEIXEIRA- POUSO ALEGRE(mg) /

      Tens razão José Emílio. O PT perdeu uma vaga no senado, o Pallocci caiu e o PIG, os blogs outrora sujos e a “massa cheirosa” estão a comemorar. É triste!

      • CARLOS R TEIXEIRA- POUSO ALEGRE(mg) /

        Só um adendo: Sempre fiz meus comentários, pitacos na verdade, no CaF e ontem fui “moderado” por 3 vezes, só por não concordar com o PHA.

    • Vania Costa /

      Concordo com você e também reafirmo a sua denúncia com relação a censura no Conversa Afiada, pelo menos no caso Palocci, ele censurou e muito.

      • cleusa /

        Concordo e assino embaixo. Também fui vitima dessa tesoura.

        • Neuza - RS Vovó Neuzinha /

          Meu comentário, no dia seguinte ao início do bombardeio contra o Palocci, tambem não foi publicado.

        • Eu só fiz uma pergunta no blog do PHA: “Quem será o próximo?”. Até a última vez que eu fui lá, 24 horas depois do comentário, ainda estava sendo moderado. Estou pensando se volto.

    • André Oliveira /

      Concordo. Para mim ele inaugurou a era da Burrosfera progressista. Eu inclusive mencionei a palavra Stalingrado quando da defesa do Palocci, mas as irmãs da Assembléia do São José Serra ignoraram, inclusive o PHA que está virando um censor de primeira ao não publicar nada que vá contra o seu ego, que é maior do que a ousadia do Bispo Macedo. O que eu imagino agora é que a Dilma será obrigada a governar para a direita, já que o PT se mostrou um partido de traíras e as hienas da oposição sentiram cheiro de sangue e não descansarão junto com o PIG, que ganhou a primeira em meses de tentativas e agora devem estar fervendo o caldeirão de maldades para sortearem a próxima vítima. Quem será ? Qual ministro tem contas a acertar com a direita ? Jobim ? Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Comércio e Indústria)? José Eduardo Martins Cardozo (Justiça)? Moreira Franco (Assuntos Estratégicos)? Leônidas Cristino (Portos) e Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) ? Ana de Hollanda (cultura) ? Paulo Bernardo ? Mercadante ? Fernando Pimentel ? Haddad ? Mantega ? Orlando Silva ? Seja quem for o PMDB agora é quem está incumbido de segurar os BOs da presidente..O PT entrou debaixo da saia do PMDB sem nem reclamar com o apoio dos blogueiros empedernidos e falsamente moralistas..

  2. Heitor Rodrigues /

    Na môsca, Zé Augusto.

  3. Zé Augusto
    Texto perfeito. Você está completamente certo a luta deve ser tratava em outra arena, lá no Congresso . Aqueles que vacilaram vão agora ter que mostrar serviço para seu proprio bem.
    Voltas que a vida dá são muito interessante. Acho que o caso Palocci, digo a luta Palocia, só está começando. Existem contradições que devem ser apresentadas para mostrar que a coisa politica está sim ligada a coisas juridicas.
    Um cara caiu por questões mentirosas, não se fez justiça, só que há um senador que fez parte do grupo de traidores na luta da Palocia, que sim caiu por questões juridicas.
    A Blogosfera precisa saber que foi manipulada por alguns blogueiros a pretesto sei lá de interesseres quais, contudo foram conduzidos a ficar do mesmo lado desse Senador que tem sim denuncia formalizada no MPF/PR/DF e sim aceita.
    A Blogosfera precisa tomar muito cuidado de que lado vai ficar, afinal traidor é sempre traidor, ser lembrado por ter ficado do lado dos trairas de 2005 não é nada bom.
    Sei que tanto Lula, quanto Dirceu, quanto Palocci saberão , como sempre souberam , tirar proveito da situação. Essas pessoas nunca veem o copo meio vazio. Acho que 2012 ainda podemos ter surpresas agradaveis e volto a dizer quando aqueles que decidiram ficar na outra margem do rio perceberem em que companhias tiveram que compatilhar notarão a besteira que fizeram e sim trabalharão muito mais forte para corrigir caminhos e se redimir do julgamento sem provas, sem indicios e sem amplo direito a defesa.
    Por fim aqueles que vivem o livre mercado jornalistico, ao tomarem partido e se misturarem a midia podre de SP,não seguiram a filosofica Palociana. O unico dinheiro bom é aquele que não vem carregado da dor alheia, do trabalho justo e honrado dos outros. Até nisso o Palocci foi professor. Tais jornalista como sofrem de lentidão cronica, levarão mais tempo, mas sim perceberão quando do peso nos seus bolsos sentirem tais filosofias. Esperemos que eles se deem conta e aprendam com o Palocci.

  4. Marcelo /

    Muito boa análise. Quem não sabe claramente do lado que está corre o risco de cometer equívocos como este que vários blogs que eu leio (PH, Azenha etc.)cometeram e escolhem o inimigo errado.

  5. sergio /

    Concordo, o PIG é insaciável, colocou o governo nas cordas.

  6. E o triste em tudo isso, Zé Augusto, é ver que no Brasil “oposição” se tornou sinônimo de terra devastada e destruição de tudo, não importa o interesse do País. Essa nossa Stalingrado é de vida ou morte para o País e para seu futuro com o nível que temos de opositores de Aécinho e a Zé Serra. Todos querem o quanto pior, melhor….

  7. Zé Augusto, parabéns pelo texto. Ele exprime magistralmente o atual momento político e o saldo do caso Palocci.
    Concordo plenamente que setores da esquerda e do próprio PT cometeram um erro crasso e acabaram fortalecendo o PIG e sua estratégia de escandalizações vazias.
    Observei com cuidado o comportamento de políticos, blogueiros e demais pessoas que se manifestaram sobre o assunto. Os que se prestaram ao papel de linha auxiliar do PIG, exigindo a imolação do Palocci com base em mentiras e mistificações certamente não contarão com minha solidariedade quando esse mesmo PIG se voltar contra eles.
    Cada um age como quer, mas todos tem que assumir as consequências de seus atos.

  8. josmar de campos gonçalves /

    OS TUCANOS PODEM NAO TEREM PERDIDO O GOVERNO DE SÃO PAULO, MAS O DO PARANÁ CERTAMENTE VAI PERDER, GLEISI JA ERA A MAIS COTADA, AGORA ENTÃO NA CASA CIVIL OS TUCANOS DO PARANÁ VÃO APEAR DO PODER MAIS CEDO.

  9. Avel de Alencar - BsB /

    Nada de novo. Lula passou por tudo isso no governo passado. Ao PT e sua militância não basta ser honesto, têm que parecer honesto afinal, nos assumimos perante o povo brasileiro o papel de mulher de César. O resto é hipocrisia e falso discurso de contenção da direita. Segundo sua tese para conter a direita é preciso transmutar politicamente para a direita ou “centro-direita” sei lá o que significa isso.
    O povo russo venceu a segunda guerra mundial por que acreditava estar defendendo sua liberdade e modo de vida e viam no Partido Comunista Soviético coerência entre a ação e o discurso. Ao PT, com essa política de contenção da direita. adotando políticas de direita restará o destino do Partido Socialista espanhol e português.

    • Zé Augusto /

      Pois é. Lula viveu tudo isso, e teve que tirar o ministério das cidades do PT e entregá-lo ao PP. Quando Dilma foi para a casa civil, quem ocupou a Minas e Energia foi o PMDB. Faz parte da correlação de forças políticas para formar maioria e conseguir governar, e o resultado final do governo Lula foi excelente, diante da conjuntura. Foi o que eu escrevi nesta nota: o governo se vira, quem perde espaço é a esquerda, quando não tem método e se deixa cair nas artimanhas da oposição e do PIG.

  10. Estou preparando minha SMG

  11. Ana SC /

    Para mim, o que você expõe item 6) é o xis desse rolo todo. Falta ao governo/PT saber reagir, falta atitude, falta resposta à altura e com rapidez. Quanto aos ataques, foi assim durante os 8 anos de Lula, continuará sendo assim. Vamos ver o que o governo/PT aprendeu com isso.

    • Vania Costa /

      Pelo que acabamos de ver, nada, nada, nada…. triste fim.Bando de bunda mole. Só escapa o nosso Lula, esse sim é homem de fibra.

  12. Kleber Carvalho - MG /

    Concordo parcialmente, o PIG não tem mais esta força que vc atribui, perdeu 3 eleições consecutivas e a Presidenta Dilma saiu ilesa deste episódio. Quem tem que se defender das acusações é o sr. Budalocci e não a presidenta e tem mais, a senadora Gleisi disse numa reunião que o PT não tem nenhuma obrigação de defender o Budalocci das suas aspirações pessoais e enriquecedoras, o tempo dirá quem tem razão.

    • Zé Augusto /

      O PIG só não conseguiu vencer Lula (e Dilma que estava com ele). Em SP elegeu Alckmin e Kassab. Em Minas elegeu Aécio e Anastasia. O PIG estava enfraquecido, e foi reabilitado, colhendo uma vitória. Quem perde terreno, retrocede, anda para trás e depois tem que recomeçar tudo de novo.
      Não são os interesses pessoais de Palocci que tinham de ser defendidos. Tinha que se defender do PIG derrubar ministros sem provas. Essa história de “não basta ser honesto, tem que parecer honesto” não funciona sem uma imprensa honesta. Basta ser honesto sim, e exigir respeito à verdade factual. Quem faz parecer desonesto ou não é o PIG. É por isso que os petistas como um todo vivem sendo acusados de corruptos sem ser, vivem respondendo processos sem provas, e os tucanos mais sujos do que pau-de-galinheiro passam a imagem de “impolutos”.

      • Vania Costa /

        Perfeito, disse tudo.

      • cleusa /

        Não suporto mais esses dissimulados, às vezes dá vontade de ser cega, surda e muda em relação à política, mas infelizmente ou felizmente não consigo. O que me decepcionou foi a atuação dos blogs CAF, Viomundo e Escrevinhador no caso Palocci tive a impressão de eles Marinaram.

  13. barreto /

    Nem o governo e nem o PT tem obrigação de defender Palocci de acusações pessoais. Caberia a ele se defender, mas preferiu sair pela tangente, se omitiu, não quis se expor.
    Temos que ter a convicção que uma pessoa pública não pode ter “segredos” quem possam gerar dúvidas quanto a conduta no trato da coisa pública. Observem que todos os anos os funcionários ppublicos abrem os seus sigilos para a administração entregando uma cópia da declaração de renda com todas as informações financeiras e pessoais. A rigor, não existe sigilo fiscal para o servidor público. E porque os deputados e senadores também não abrem os seus sigilos fiscais???
    Pior do que isso é que os deputados/ssenadores tem o privilégio de possuir empresas, serem diretores e acionistas majoritários, situação proibida para o servidor público, mas isso ninguém se importa.

    • Zé Augusto /

      Se for pensar como você, de agora em diante, basta lançar acusações pessoais contra qualquer ministro, que se ele não “provar a inocência” em 20 dias tem que pedir demissão.
      Óbvio que acusações pessoais é a pessoa que tem que se defender, mas é preciso dar ouvido à defesa dela, e qualificar o debate quanto às acusações, recusando acusações falsas e só aceitando as verdadeiras.
      Deputados e senadores já entregam suas declarações de bens. Ministros também entregam, inclusive informam relação de parentes, e tem que declarar possíveis conflitos de interesses.
      Está vendo como você foi manipulado pelo PIG? Está defendendo uma coisa que existe há muito tempo, como se Palocci estivesse escondendo algo, enquanto na verdade ele prestou contas a todos os órgãos competentes. Todas as informações que a oposição pediu para o PGR investigar (clientes, contratos, etc) foram entregues pela empresa de Palocci e analisadas pelo PGR, e o Procurador não encontrou, em nenhum fato, o menor indício de ilícito suficiente para sustentar uma acusação de tráfico de influência. Não satisfeitos, ainda tem gente que o chama de engavetador. O que queriam? Que abrisse processo apenas com base nas malícias de um artigo de jornal, se a documentação analisada (que é o que interessa) mostra o contrário?

      • Vania Costa /

        Perdeu o PT que não defendeu seu governo, se o PT acha que agindo do jeito que agiu passou credibilidade à população, está redondamente enganado, a imagem que ficou foi péssima e a militância que aguente a c……

    • Yacov /

      ‘Taí um movimento que, a exemplo do FIcha Limpa eu aprovaria 100%. Chega de sigilo fiscal e possibilidade de participação em empresas para parlamentares, que devem ter status igual ao de qualquer servidor público concursado. Isso é o fim da picada, rapaz!!! Os caras tem acesso a informação privilegiada, ficam ricos, e dão uma banana para o Povo que os elegeu, se deixando cooptar pela iniciativa privada. OU serve a DEUS ou ao DIABO. Hà que se escolher.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  14. mané /

    Vcs estão superestimando a inteligência do povo e menosprezando o poder do PIG. Pensem: para o povo “Palloci é o cara que fez mal a um caseiro e que o PT colocou no governo de novo e foi pego roubando”. E não são só os influenciados pela Globo, todo mundo, mais ou menos, condenou Palloci.
    Infelizmente, se o governo tem que ter uma interface com a direita, que colocasse outro, mas Palloci já estava queimado antes dessas novas denúncias.
    Erro estratégico de Lula. Apesar de ser animal político, é humano e erra de vez em quando.
    Ah, e “os blogueiros verdadeiramente sujos” desta vez estão a defender um médico, que fez carreira de político, sempre se metendo em encrenca, para no final ter enveredado pelas consultorias econômica e financeira.
    Não substimem a inteligência da militância e nem queiram se achar mais formadores de opinião do que o PIG, o que, como se comprovou, não o são.

    • Zé Augusto /

      De fato não temos pretensão de sermos manipuladores da opinião como o PIG, o que gostaríamos é de recuperar o debate qualificado, em vez de aceitar a pauta do PIG.
      Eu não sou burro de lutar para pagar as contas no fim do mês, e defender a pessoa e o patrimônio de um milionário, que tem advogados e assessoria muito bem remunerada para fazer isso. Mas não aceito sair por aí fazendo o jogo político do PIG, fazendo panfletagem demo-tucana para a Folha, para a Veja e para a Globo. Se eles acusam e não provam, eu tenho que atacar a Folha, a Veja, a Globo: ou provam ou temos que refutar as acusações. Jamais vou aceitar ser pautado por elas numa campanha de difamação. Isso vale para qualquer um. Hoje é o Palocci, ontem foi o sem-terra que foi preso acusado de ser assaltante da fazenda do latifundiário. Amanhã será quem?
      Ele não é o único na esquerda que tem empresas e consultoria, nem o único que já trabalhou para grandes empresas. As próximas vítimas virão por aí. Quem abriu as portas do inferno, agora aguente os demônios que virão por aí.
      Se Palocci não roubou, não desviou dinheiro público, nem do trabalhador, eu posso criticar a opção individualista dele de enriquecer trabalhando para os ricaços, dentro do capitalismo. Mas daí a acusá-lo de ladrão vai uma distância grande.
      A militância não tem que defender a pessoa de Palocci, basta pelo menos não vestir as carapuças que a oposição e o PIG manda vestir. Quando o PIG desconstrói Palocci, o alvo não é “o médico que fez carreira de político e consultor”, é estigmatizar todos de esquerda, e do governo.
      Quem não queria Palocci na casa civil, tinha o direito de lutar politicamente para trocá-lo, mas sem aliar-se às táticas de difamação do PIG e da oposição para isso. E como colocar um ninho de cobras dentro de casa.
      Eu discordo quando você subestima a força da blogosfera. Dessa vez, a maior parte dela aderiu a campanha de difamação do PIG. Mas foi a blogosfera que defendeu Dilma e desconstruiu as acusações do PIG quando ela era ministra e tentaram derrubá-la com acusações do dossiê do Alvaro Dias e da Lina Vieira.

      • mariazinha /

        Pois foi, Zé; fiquei arrasada com isto. Agora que VC esta falando eu conscientizei-me que estava certa mas houve momentos durante esse massacre do Palocci em que duvidei de minha sanidade, qdo. o defendi, pareceu-me luta solitária.
        Muito boa a presença do NASSIF e do EDU, DO CIDADANIA; este lutando a favor de Palocci como eu e aquele, deixando-nos expressar com inteira liberdade.

  15. ProfeGélson /

    O PT tem que chamar o Aético Neves no JN!!!!
    Com direito ao mesmo tempo q ”deram” ao Palocci!!!
    ET: o Blog da Cidadania alertou: era um golpe do PIG!!!
    Uns acreditaram, outros não…C’est la vie!!!

  16. mariazinha /

    Exatamente como eu penso, ZÉ. E foi assim, com esse pensamento que labutei em todos os blogs sujos para lhes advertir sobre esse perigo. Alguns como PHA fizeram coro às palavras caluniosas do pig [meus comentários a favor de Palocci deletados], juntaram-se à malta carniceira e à esquerda inconformada, da qual faz parte o traidor Cristovam. Sei que tentarão, de todas as formas até malígnas tirar o retrato de LULA/DILMA da parede. Vão querer que voltemos ao inferno, podem esperar.
    Mas houve uma pessoa que disse uma coisa que gostei: “…bom que tenha sido agora pois muitos estavam achando-se muito inteligentes no PT, senhores de si e abriram a guarda frente à oposição. Agora, viram que não dá para vacilar com essa gente. Ainda bem que o estrago pode ser remediado.”
    Abração.

  17. José Eduardo /

    Parabéns pela análise, Zé Augusto. É perfeita.

  18. João Manoel /

    Quanto lamento neste blog! Não creio nesta tragédia toda. O PIG fez o papel dele, e, continuará fazendo, afinal, ele é a oposição.
    O Brasil saiu ganhando. A Gleisi é competente e me parece honesta. O resultado será semelhante a queda do Zé Dirceu e do Palocci no governo Lula. Foi bom pro País. O Mantega e a Dilma seguraram a barra com fibra e competência.
    Cá pra nós, desde quando o Palocci é esquerda?

    • Zé Augusto /

      Análise política não é lamento. Que o PIG fez o papel dele todos sabemos, a novidade foi ex-blogs sujos fazerem a campanha de difamação do PIG.
      A Gleisi é um excelente quadro, e o texto diz isso no começo. Não é isso que está em questão.
      O Palocci poderia ter saído do cargo, ou ir para outro posto, mas deveria ser uma decisão de dentro da base governista, e não uma vitória da oposição+PIG.
      O Palocci não é de esquerda, mas ele desempenhava a função de conter o apetite da direita, e de conquistar apoios da elite em terreiros tucanos, em vez de crises. Sem o Palocci, por enquanto, é a própria Dilma quem terá que cuidar disso. E um dos “herdeiros” da articulação política que o Palocci fazia em São Paulo com a elite é o Temer (PMDB 1 x 0 PT, e com gol contra).

  19. José Mário Comini /

    Faço coro as sábias observações do Zé Augusto, hoje o Palocci e amanhã quem será? Precisamos arregimentar nossas forças e combater a imprensa golpista. Onde estão eu não me canso de perguntar os Deputados,Senadores, Govrnadores da base aliada em especial dos PT? Onde esta a militância de esquerda combativa? O Brasil precisa regulamentar a mídia, precisa dar mais espaço à mídia independente e comunitária só assim combateremos as mentiras globais. Aqui em Minas Gerais as coisa acontecem ao bel prazer do aecinho o funga-funga que no bafômetro não quis fungar, a imprensa encobre tudo. Aqui o Arco-Iris só tem uma cor TUCANA. Agora estamos com um movimento na Assembleia Legislativa chamado de MSC – Minas Sem Censura comandado pela minoria, não conseguem emplacar nada na imprensa alienada, golpista e subserviente. Então proponho aos nobres deputados, se a imprensa local e nacional só tem um lado,vá para imprensa dos outros países, façam as denúncias fora dop Brasil, só assim seremos ouvidos…

  20. Norméria Santos /

    É duro. Mas o Palloci era uns dos ultimos que me inspirava confiança.

    Ando com sentimento estranho.

    Sentindo-me orfã de pai e mãe.

  21. Yacov /

    Acho que há um certo exagero nas críticas ao críticos do Palocci e na apologia do PIG como vencedor desta contenda. Pelo que eu vejo, aqui do meu galho, tem muito tucano envergonhado com a atuação da mídia, pois sabem que muitos dos seus políticos fazem coisas muito píores e a mídia cala. Ouvi até uns deles reconhecerem, de forma irônica, e parodiando um conhecido ditador, que “o PT não pode simplesmente ser honesto tem que parecer honesto também”. É uma faca de doi slegumes, pois se há tucanos honestos, e na~apenas oportunistas, eles estão vendo que o furo é bem mais embaixo, e mídia e o seu partido perdes credibilidade a cada dia. Mas concordo com vc, no que diz respeito ao PT pegar muito leve com a midia e com a oposição, principalmente em São Paulo, onde a oposição não emplaca um CPI’zinha sequer, quando a gente sabe que tem uma montanha de sujeira debaixo do tapete do governo paulista. Que passa PT???? DESPERTA PT!! DESPERTA SÃO PAULO!!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  22. Ivonete /

    O que me surpreendeu na blogosfera, foi a uniformidade de certos discursos e posturas. Isso é incrível, pois eu esperava que a blogosfera abrisse um leque maior em termos de diversidade ideológica. Mas não, o que se viu nesses últimos dias foi uma cansativa repetição de mantras do tipo: “Malloci”, “Tony”, e outros adjetivos bobocas. Certos Slogans contra o ministro eram apenas replicados, e uma infinidade de pessoas liam e achavam que aquilo explicava alguma coisa. Enfim, um clima de Oba-oba, pega-pega, mata-mata. Esses slogans, que apenas servem para fazer sombras evitar explicações concretas criaram um efeito compulsivo sobre uma infinidade de pessoas, e elas foram de roldão na enxurrada midiática.
    Penso que a nossa cultura política é ainda muito frágil. As pessoas não têm paciência de esperar que uma investigação seja feita e, apenas após essa etapa, punir ou inocentar alguém, conforme for o caso. Talvez isso se dê pelo fato de que a justiça brasileira é lenta, e as pessoas ricas conseguem postergar os processos durante anos. No campo político, a lentidão e as desconfianças em relação à justiça leva as pessoas a agir açodadamente a ponto de, de certa forma, fazer justiça com as próprias mãos.
    E claro, na outra ponta, vem as manobras da imprensa, de políticos oportunistas, e de outros oportunistas. Isso tudo junto, deságua nessa coisa triste que se viu várias vezes na política brasileira. E alguém ainda poderá dizer indiferente que o caso Palloci é apenas mais um.

  23. Leonardo Scalercio /

    Também concordo com você, Zé Augusto. Quanto a incluir Aécio Neves, você já deveria saber que o PT sofre de uma espécie de complexo de vassalagem, meu caro. Parece que existe uma tal “culpa inconsciente” por se libertar da senzala e criar seu quilombo. Apanha aceitando como se tivesse ousado infrigir a “lei” dos patrões, senhores feudais.

    Não estou brincando ao dizer isso. Isso é uma – ainda rasa, é verdade – análise psicológica que faço deste partido. Complexo de vassalagem, companheiro! No fundo, este partido sente-se um vassalo, um serviçal da burguesia, por isso toma chicotada (como na eleição passada) e cantando “Lula-lá”. Um dia a casa cai e o PIG comemora.

  24. rickiz /

    Quem mandou palloci eo lula dar 4 bilhoes para a globo. essa é gratidão

    • Zé Augusto /

      É outra mentira plantada pelo Roberto Jefferson e espalhada pela máquina de difamação da blogosfera “muy amiga”, e que os trouxas ficam repetindo sem saber.

      BNDES e a Globo: nota à imprensa
      ——————————————
      Assessoria de imprensa do BNDES

      A propósito de declaração feita hoje [14/09/2006], da tribuna da Câmara, pelo deputado Roberto Jefferson, o BNDES informa:

      1. É absolutamente improcedente a afirmação de que o BNDES liberou crédito de R$ 2,8 bilhões para as Organizações Globo.

      2. Embora, como ocorre com todas as empresas radicadas no Brasil, as Organizações Globo tenham o direito de pleitear créditos ao BNDES – que examinará o mérito e decidirá de acordo com as regras da instituição – tal pleito não ocorreu. Ou seja, as Organizações Globo não pediram e o BNDES não concedeu o alegado crédito.

      3. O expediente a que se refere a “denúncia” do deputado (fantasioso não fosse) teria de submeter-se a várias etapas de análise pelos escalões técnicos do BNDES até a aprovação final pela diretoria. Nada disso aconteceu.

      4. Não é a primeira vez que o deputado Roberto Jefferson mente sobre este mesmo assunto da tribuna da Câmara. E insiste na inverdade, apesar do cabal e oportuno desmentido do BNDES.

  25. Ruivo /

    Anote aí qual será próximo alvo do PHA: o ministro da justiça.

    • Edmar Cabral /

      RUIVO,acho que o Ministro Cardozo vai ficar pro fim. Esperto como é o PIG porimeiro vai tentar ferrar, pela ordem, o Pimentel, o Paulo Renato, a Gleise e no final o CArdozo. Eles sabem da gana de pessoas como o Paulo Amorim no Cardoze e que poderão contar com ele e outros pra legitimar os ataques ao Ministro da Justiça e assim legitimar as ações contra os ministros anteiormente “ferrados”. Acho que essa vai ser a estratégia da “oposição midiática” pra tentar impedir a reeleição da PRESIDENTA. Vão nos dar um trabalho!

  26. racs14 /

    Caro Zé Augusto, compreendo sua indignação com a blogosfera, principalmente com os ditos blogs sujos. Mas você há de convir que fica muito difícil sustentar um apoio incondicional, não só ao Palocci, mas a quaquer ministro ou político que aumenta seu patrimônio tão abruptamente e em tão pouco tempo, enquanto nós, pobres mortais, nos matamos para mantermos nossa conta corrente fora do cheque especial. Digo isso porque quem afinal faz a diferença nos blogs não são os seus escritores e sim os comentaristas. Se nós que acompanhamos diariamente os blogs pensássemos como você, e emitíssemos nossos comentários de apoio ao Palocci, ou assim como eu, que acabei por desistir de ler qualquer post do PHA sobre o caso Palocci, e ainda de fazer qualquer comentário a respeito do assunto. Se nós,que fazemos a audiência dos blogs, boicotássemos, como eu fiz com o PHA, o Azenha e outros blogs que “censuraram” nossos cometários, será, que esses blogs, tidos como “progressistas”, não teriam revisto suas posições? Ao contrário do que você tenta colocar no texto, nós não somos pautados por vocês que escrevem, nós também temos opinião. E algumas vezes essa opinião é divergente e sinceramente, o único blog onde eu realmente vejo todas as minhas opiniões publicadas é no Nassif. Então, me desculpe, mas muitos de nós fomos literalmente bloqueados em nossos cometários “a favor”. Quanto a defender o Palocci para proteger o governo da Dilma, você mesmo confirma no texto que isso não faria nenhuma diferença, pois quem pauta todas as notícias, verdadeiras ou não, debatidas diariamente nos blogs, é o PIG. É de lá que vem toda a sujeira. E é uma pena que o PT depois de tantos anos não tenha aprendido ainda a se defender e tenha que ser defendido na blogosfera. Tem que usar o horário nobre e se defender em cadeia nacional de rádio e TV assim como ocorre nos pronunciamentos públicos. Por mais que esse espaço da internet seja importante, ainda é ínfimo se comparado à penetração de um canal de TV como a rede globo. Essa sim, tem força para repercurtir qualquer mentira que quizer e ser acompanhada em côro pelo resto dos meios de comunicação do país. Só nos resta a lei dos meios. E aí sim, vem o melhor da queda do Palocci. Quem é o ministro responsável em tirar isso do papel?… com quem ele, por acaso, é casado?… Estou aguardando a cenas dos próximos capítulos…
    Abraço, Roberto

    • Zé Augusto /

      Roberto, concordo com você que quem forma opinião em blogs é todo mundo que comenta e lê. A gente faz circular a informação e também argumentos, mas acho que ninguém é dono da verdade, e cada um tira suas conclusões.
      Eu respeito quem tem opinião divergente por conta própria, isso leva ao bom debate. Eu critico os blogs que foram pautados pelo PIG, repetindo tudo que vinha da Folha, da Globo sem fazer uma crítica, e sem construir o próprio argumento, só porque já queriam derrubar Palocci, então entraram no vale-tudo de assinar embaixo qualquer acusação negativa.
      Se as pessoas dissessem que não gostam de Palocci porque o acham ortodoxo, se dissessem que não querem o Palocci porque ele foi individualista e capitalista ao enriquecer, mas admitissem que PIG estava fazendo campanha de difamação sem provas e que não há nenhum ilícito contra ele, não tinha problema. O problema é repetir as campanhas de difamação do PIG sabendo que é falso, e usar porque é “conveniente”. Não é defender a pessoa de Palocci (com a grana dele, é ele quem deveria defender a gente do povão que luta para pagar as contas todo mês), a questão é abrir precedente e deixar nas mãos da oposição e do PIG fazer julgamentos “éticos” e derrubar ministros na hora que bem entender.
      Eu acho que a internet não tem a audiência da TV mas funciona para a informação circular. E quando se unem tem força. Se os blogs não tivessem resistido quando tentaram derrubar Dilma do ministério de Lula desde 2008, talvez o PIG tivesse conseguido derrubar e ela não seria presidenta hoje.
      O marco regulatório das comunicações virá, mas não acredito que exista lei possível na democracia capitalista capaz de impedir a imprensa de ser oposicionista, e de noticiar factóides com ilações desde que não calunie, porque existe a liberdade de expressão. A luta deve ser mais pela democratização e contra o cartel de poucas famílias, tendo mais vozes, pela pluralidade, do que pelo controle do conteúdo dos outros. O próprio Franklin Martins, não previa controlar o conteúdo das notícias, porque isso seria censura, só estudava como melhorar regulamentação de coisas como direito de resposta, dar espaço a quem não tem voz. e uma espécie de moção de repúdio, quando o PIG faz matérias ofensivas à sociedade (matéria racistas, machistas, homofóbicas, para dar um exemplo).

    • Eugênio /

      É o q sempre digo: cadeia nacional para desmentir a mídia. E no horário nobre, pra dar prejuízo à mafiomídia. Vamaos ver quanto tempo ela aguentaria.
      O melhor é ver o Palocci, defensor da auto regualção da mídia, tomar um pé na bunda da própria mídia. Aqui se faz aqui se paga.
      Tbém quero ver a lei dos meios sair do papel. Quem terá peito para bancar isso?

  27. Avel de Alencar - BsB /

    Caro Zé Augusto sua atitude é louvável mas é ingenuidade acreditar que o PIG derrubou Palocci. Na verdade a direita deu um tiro no pé, Palocci era seu mais confiável interlocutor dentro do governo e o PT, na eterna disputa ideológica/fisiológica de suas tendências aproveitou o momento para rifar Palocci. ele caiu por ser confiável ao grande capital, caiu por se julgar acima do PT e caiu por achar que bastava ter o apoio firme do ex-presidente Lula, caiu proque Dilma precisava que ele caisse para dar identidade própria a seu governo afinal, como Lula falou: “Rei morto Rei posto”. A queda de Palocci atendeu a diversos interesses não necessariamento da burguesia capitalista e seus porta vozes do PIG. Mesmo considerndo que eles preferiram rifar um aliado como Palocci pelo objetivo estratégico maior que é recuperar a totalidade do poder perdido. Encerrando, como se diz no jargão sindical, província é província e corte é corte.

    • Zé Augusto /

      Eu continuo achando que quem derrubou foi a turma do Serra com a Folha, o resto aproveitou e foi a reboque. Não acho que a direita deu tiro no pé. A gente pode não gostar do Palocci, mas ele fazia o que Dilma mandava (nem Lula, nem Dilma, nunca o acusou de traição), e Dilma estava mandando ele dizer NÃO para muita gente. Por isso que ninguém da elite se moveu para salvar ele no cargo. Para a elite é muito melhor ter o governo enfraquecido em crises políticas, para ter alguém como Temer como interlocutor, ou algum destes políticos da CNI e destes órgãos patronais. Eu acho que o PT sem querer abriu a porta do galinheiro para a raposa entrar. Veja bem, eu até gosto mais da Gleisi na Casa Civil, mas o melhor é que não fosse nessas circunstâncias e o Palocci fosse para algum outro cargo, continuando como interlocutor com a elite e a direita, porque é mais confiável e não conspira.

  28. Avel de Alencar - BsB /

    Em tempo, acho que o PHA deixou-se embriagar pelo sucesso de seu blog e perdeu o rumo, continuo passando por lá mas perdi o entusiasmo devido a paixão ilógica e desprovida de sensatez de PHA. É uma pena.

  29. Edmar Cabral /

    O próximo será o Pimentel. Vem aí o dossiê do Aético. Enquanto isso, os tucanos que ficaram quietinhos la na Itaipu vão vasculhar até acharem alguma coisa errada que tenha acontecido durante a gestão da ministra da Casa Civil e daí tentarão afastar com um só “golpe de mídia” ela e o marido, também ministro. Ou vão chatageá-lo no ministério das comunicações. Quem viver verá. E, se sair na folha, vai ter a entusiasmada adesão do Paulo Henrique Amorim, o maior cernsor da blogosfera. Quase todos os comentários sobre os riscos dessa adesão à grita do PIG contra o Palossi foram censurados. Lá vou evitar perder meu tempo comentando ou lendo comentários. Sei que só serão publicados os favoráveis às idéias do “dono” do Blog.

  30. Eugênio /

    Em primeiro lugar, analogia temerária a do Zé Augusto, ao tentar comparar esse episódio envolvendo Palocci e as consequências de sua queda com uma futura “batalha de Stalingrado”. Tem muito pouca gente na esquerda brasileira capaz de sustentar uma resistência aos moldes da que aconteceu naquela cidade. É preciso ter culhões para isso. Essa é o tipo da retórica que só impressiona quem a usa.
    O governo Dilma não foi quem perdeu? E quem perdeu então? O Palicci?
    É óbvio que com Palocci ou sem ele, os ataques continuarão. Pena que essa constatação não foi feita antes e Zé Augusto parece estar descobrindo a pólvora. Teve até gente que dizia que o caso Palocci encerrou a lua de mel do governo com a mídia. Tem que ser, me desculpem a franqueza, muito estúpido para acredita que a mídia alguma vez esteve em lua de mel com a Dilma. Só ela e parte dos blogueiros “sujos” acreditavam nisso. O que a mídia, no seu aparente silêncio estava esperando, era uma oportunidade de ouro para cair de pau em cima, o que lhe foi dado com a colocação no governo de um telhado de vidro chamado Palocci.
    O PT e a esquerda em geral precisam entender que fazer caixa dois, tráfico de influência e outras “cositas mas” é muito natural, é uma prática consagrada, um direito divino, até. Mas só da direita. Ai da esquerda se tentar usar dos mesmos expedientes. É o pecado dos pecados, passível de punição no inferno da execração pública.
    Vcs chegaram a imaginar se fosse descoberta uma trampa da Dilma, em plena campanha para presidente, igual aquela envolvendo Serra com o tal Paulo Preto e a corrupção nas obras do rodoanel? As pretensões eleitorais da Dilma acabariam na hora. No entanto, no caso do Zé, num dia ele disse que não conhecia o cara, no outro, depois daquele “recadinho” do “…Não se larga um líder ferido na estrada”…, já conhecia. E ficou tudo por isso mesmo. Ninguém se preocupou, muito menos a mídia, em tirar essa história a limpo. E esse ameba não só sobreviveu à denúncia, como conseguiu arrastar sua campanha até atingir o clímax com a bobinha de papel e ainda faturar 44% dos votos!!! E sabem por que a direita consegue isso? Por que ela controla a mídia, cacete!!! E quem controla a mídia pode tudo, inclusive transformar mentiras em verdade e vise versa. Pode amorcegar as trampas do Serra e colocar o Palocci na “vitrine” por muito menos.
    Agora, cá entre nós, ter que defender o Palocci e seus esquemas nada éticos, só por que ele não está incorrendo em nenhuma ilegalidade e dose pra mamute. Não interessa que não seja ilegal. Também não era quando a direita fazia. E nem por isso deixamos de criticá-la exatamente pelo viés da ética. Então, esse papo de que os “blogs que se deixaram seduzir pelo discurso do “não é ilegal, mas não é ético”” não cola Zé Augusto. Segundo o comentador Kleber Carvalho, “a senadora Gleisi disse numa reunião que o PT não tem nenhuma obrigação de defender o Budalocci das suas aspirações pessoais e enriquecedoras”. Concordo plenamente. Se Palocci quer ganhar dinheiro que vá a ao mercado e corra os riscos por sua conta.
    “4) O PIG e a oposição testaram até onde vai a resistência dos governistas, e tentará de novo, com outro ministro qualquer, com a Presidenta, com Lula, com governadores, com deputados e senadores que são nomes fortes para serem prefeitos em 2012 ou governadores em 2014.” Óbvio, óbvio, óbvio…e quando o PIG deixou de fazer isso???
    “Quando os demo-tucanos quiseram dar o golpe no Senado em 2009, o PMDB denunciou Arthur Virgílio no conselho de ética pelo caso Agaciel Maia. Os tucanos amarelaram.” Não é bem assim, pois como vc disse, “o PMDB denunciou Arthur Virgílio”. O tucanato amarelou por que a denúncia veio dos seus comparsas peemedebistas. “Se os petistas tivessem feito com Aécio Neves, o mesmo barulho que os demo-tucanos fizeram com Palocci, ou cairíam os dois, ou não caíria ninguém.” Se o PT tivesse feito isso, todos os partidos e mais a mídia se juntariam para dar pau no PT. Mas, mesmo reconhecendo a correlação de forças desfavorável, o PT precisa tencionar essa cambada. Do contrário, será chantageado o tempo todo.
    “7) Depois do retrocesso, que foi a blogosfera chamada progressista reabilitar o PIG como “formador de opinião”. Ôpa. ôpa! Quem reabilitou o PIG como formador de opinião foi a Dilma, ao ir naquela sessão de beija mão (ou lambe bunda) na Folha de São Paulo. Alí ela passou um recado inequivoco de que não importa o que o PIG faça, ela sempre estará disposta a passar a mão na cabeça daqueles meninos peraltas em nome de uma tal “magnanimidade, tapa de luva, por ser a presidenta de todos” e outras bobagens que parte da blogosfera, “por serem inocentes úteis”, usou como justificativa para aquele ato insano. Ou quem sabe devido ao tal “complexo de vassalagem” do qual fala o comentador Leonardo Scalercio. “Uma ainda rasa, é verdade – análise psicológica”, como ele mesmo diz, mas plausível.
    Não me surpreenderia se não foi o próprio Palocci o mentor dessa ida da Dilma à Folha. Não vamos esquecer que esse gênio da raça se prestou a ir ao Instituto Mullenium defender a auto regulação da mídia!!! Agora recebe a gratidão por ter dado quatro bi para a Globo, como bem lembrou o Rickiz.
    Aliás, numa discussão que tive com uma teórica da comunicação aqui do sul, na opinião dela, a mídia publicar documentos falsos e caluniar “faz parte do jogo democrático”. A Dilma e o Palicci devem pensar a mesma coisa, pelo visto.
    Já que vc, Zé Augusto, invocou a emblemática resistência em Stalingrado, se tivessem aprontado uma de ficha falsa pra cima do “camarada” Stalin, no barato, ele teria metido todos esses patifes da Folha no paredão. Exageros e bravatas a parte, Dilma não tem o perfil daqueles “comandantes políticos à altura”, mesmo tendo a sua disposição uma “militância de esquerda com disposição” para fazer o enfrentamento com a mídia.
    Não, vc não está sendo pessimista demais. Daqui para diante teremos muitas baixa(rias), será uma carnificina de “dossiês assassinando reputações”. O que não é nenhuma novidade, convenhamos. A não ser que o governo resolva tomar as rédeas do enfrentamento. A blogosfera sozinha não segura.
    E pelo menos, para dar um sentido a todo esse desgaste com o caso Palocci, ter aprendido que definitivamente não existe lua de mel com a mídia.

    Eugênio

    • Zé Augusto /

      Analogia é coisa figurada, para exemplificar. Não é para impressionar ninguém.
      O governo Dilma não foi QUEM MAIS perdeu… (lá no parágrafo o argumento está bem explicado).
      Me tira fora dessa de acreditar em “lua de mel”, que eu nunca falei nem defendi isso, e nem penso que a Presidenta, com a experiência de vida que tem, tenha acreditado. Defendi a estratégia de aproveitar o enfraquecimento da oposição e ocupar os espaços deixados. E funcionou por 5 meses. Quando veio a crise, Dilma já tinha estoque de popularidade para resistir bem, e oposição estava enfraquecida, senão Palocci não teria durado 20 dias. Além disso ganhar tempo também conta. O governo fez a consolidação fiscal sem maiores problemas, garantiu a política de aumento do salário mínimo por 4 anos, sem depender de nova aprovação no Congresso até o fim do governo.
      Eu não defendi e não vi ninguém defender falcatruas. Se você sabe de tráfico de influência que Palocci cometeu, diga. Nem a oposição, nem o PIG apontou qual foi, e o PGR não encontrou. É esse tipo de acusação vazia que não dá para aceitar.
      A questão não é defender Palocci, é não embarcar em campanhas de difamação do PIG para derrubar ministros, seja qual for.
      O capitalismo em si não é ético, porque permite o mais forte oprimir o mais fraco. Mas o Brasil é capitalista. Critique o Palocci por ser capitalista, individualista, o que quiser, mas usar essa palavra “ética” de forma banal, sem especificar qual é exatamente o deslize ético, eu não caio nessa.
      Pela enésima vez, eu não sou burro de defender os interesses privados de nenhum milionário, e jamais sugeriria que o PT fizesse isso. O que não dá é deixar o PIG e a oposição ser tribunal de inquisição de ministros. Hoje é Palocci, amanhã é Haddad, depois o Pimentel, e por aí vai.
      Se um ministro cometeu falcatruas tem mais é que ser defenestrado. Mas tem que ser uma esquerda muito mané para entregar um ministro na bandeja sem provas, deixando o governo ficar com fama de nomear corrupto, e nem sequer apontar um único corruptor banqueiro ou industrial (e isso não é função do governo, e do “jornalismo” de esquerda que “denuncia” Palocci). É por isso que a direita deita e rola.
      Você diz que se o PT fizesse com Aécio o mesmo que fizeram com Palocci, a mídia e os outros partidos cairiam em cima do PT? E já não cai? Que medo, hein. Pois eu acho que a “crise” não durava dois dias.
      Dilma não reabilitou ninguém por ir a uma festa da Folha, até porque o povão nem sabe de festas como esta. Ela sequer deu entrevista exclusiva ao jornal, mas funcionou para calar aquelas críticas de que ela era contra a liberdade de impresa. Eu me preocupo com objetividade, não com convescotes sociais.
      Você é mais uma vítima desse boato de 4 bi para a Globo. Isso não existiu. Confira aqui: http://goo.gl/I7fR0
      Blogs e redes sociais estão crescendo no mundo inteiro e tornando-se influentes como meio de informação, já incomodam bastante. Se tivessem tratado o assunto Palocci de forma honesta (quem não gosta do Palocci diga que não gosta e porque, mas não entre em campanhas de difamação do PIG como desculpa para disputa interna) ele poderia ter saída, mas através de um processo político saudável.
      Concordo com você que o governo precisa ser efetivo na democratização dos meios de comunicação. Marco regulatório dos meios de comunicação vai sair. Se será melhor ou pior, depende da correlação de forças, não adianta esperar só paternalismo do governo, porque no Congresso tem a bancada do rádio e TV. Mas até medidas administrativas e políticas que independem de marco regulatório, já poderiam ser tomadas. Agora não é porque não são tomadas, que a gente tem que ficar de braços cruzados.

      • Eugênio /

        “Agora, cá entre nós, ter que defender o Palocci e seus esquemas nada éticos, só por que ele não está incorrendo em nenhuma ilegalidade e dose pra mamute. Não interessa que não seja ilegal.Também não era quando a direita fazia. E nem por isso deixamos de criticá-la exatamente pelo viés da ética.”
        Quem falou em falcatruas do Palocci???? O q eu disse é que não é ético estar com um pé no governo e outro nos interesses privados. Não concordo com isso e defenderei sempre meu ponto de vista. Se vc acha isso aceitável, problema seu.
        “(quem não gosta do Palocci diga que não gosta e porque)” Pois eu disse, como outros tbém dizem e o q recebemos é uma acusação de estar sabotando Dilma, por parte dos que alinham-se incondicionalmente ao governo ou sentem-se portadores de uma “razão” superior.
        “Dilma não reabilitou ninguém por ir a uma festa da Folha, até porque o povão nem sabe de festas como esta.” Lamentavelmente o povo não sabe mesmo. Mas eu e tu sabemos. Tu achar que por q o povo não sabe ou não se interessa, tudo bem. Eu acho tudo muito mal.
        Até por que, quando se faz alguma coisa, principalmente na política, é visando algum ganho. Qual foi o ganho do Palocci em defender a auto regulação da mídia ou do rapapé da Dilma na Folha?
        “…ele poderia ter saída, mas através de um processo político saudável.” Mas ele teve uma “saída” política, ao ser inocentado. Acho que o Palocci só estava esperando por isso para pular fora, por que ele mesmo percebeu que sua permanência era insustentável.
        “…o governo precisa ser efetivo na democratização dos meios de comunicação. Marco regulatório dos meios de comunicação vai sair. Se será melhor ou pior, depende da correlação de forças, não adianta esperar só paternalismo do governo…” Como paternalismo do governo??? Vc mesmo disse que “Blogs e redes sociais estão crescendo no mundo inteiro e tornando-se influentes como meio de informação, já incomodam bastante.” Então??? Nossa parte estamos fazendo!!!
        O governo poderia, para início de conversa, moralizar a concessão de mídias. Na última entrega de concessões que tivemos esse ano, várias foram dadas a laranjas. Como é que uma aberração dessas ainda acontece depois de quase uma década de governo Lula????????????????
        Tenho uma tese muito singela sobre isso. Para os petistas e a esquerda em geral, a mídia não é o problema. Se fosse, tratariam essa questão com mais interesse. Só isso pode explicar tamanho desleixo em relação a um tema tão básico e estratégico. E não tem a ver somente com a correlação de forças. Falta mesmo é vontade de meter a mão.

        Eugênio

  31. Betinho /

    PHA transformou-se no 5ª Coluna dos blogs “sujos”…para o blog dele estou tirando as aspas. Desmatador de comentários.

  32. Betinho /

    Um blogueiro que como PHA faz uma das mais baixas campanhas contra Palocci, condenando e execrando de maneira mais torpe que o PIG (que por sinal foi dele o rótulo), não mais merece crédito.
    Na questão do Código da Impunidade foi ainda mais rasteiro em cortar todos os comentários que desnudavam a falácia do que ele defende junto aos “arrasa terra”. Chegar ao ponto de escrever (mentir descaradamente) que o estado de Arkansas, nos EEUU, não possui mais um m² de floresta, sabendo-se que o mesmo tem quase 50% em florestas, sendo 2,9 milhões de hectares em parques florestais e o cúmulo da canalhice.
    Foi ao Mato Grosso, num jatinho do Zancanaro (agroruralista) apenas para tirar uma foto para com ela embasar uma enorme mentira, e depois desmatar comentários que desmentiam aquela armação.
    Tornou-se um deslumbrado cooptado, para dizer o mínimo.

  33. CosmeBR /

    A saída do Palocci na minha opinião foi positiva, visto que o mesmo trabalhou para a aprovação da Alca pelas costas do Lula ( dados do Wikileaks),a política neoliberal do primeiro governo, o vazamento do sigilo bancário do caseiro, e ele ainda mantém relação estreita com o PIG, tanto que deu entrevista exclusiva e não uma coletiva de imprensa.

  34. Minha primeira vez no blog. Gostei muito.

  35. Avel de Alencar-BsB /

    Meu último comentário não foi publicado. Por que???
    Mas este vai na mesma linha:8 de junho de 2011 às 21:58

    Altamiro Borges: Palocci caiu. E agora, Dilma?

    por Altamiro Borges, no seu blog

  36. Eugênio /

    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=156149&id_secao=1

    Informação é preciosa para negócios, diz Carlos Lessa
    Em entrevista à jornalista Luciana Nunes Leal, o ex-presidente do BNDES na primeira gestão Lula diz que empresas pagam pelas relações com um ex-ministro tendo em vista informações privilegiadas.
    Presidente do BNDES entre janeiro de 2003 e novembro de 2004, no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o economista Carlos Lessa diz que ficou “muito irritado” ao tomar conhecimento do argumento de Antonio Palocci de que a passagem pelo Ministério da Fazenda, o BNDES ou o Banco Central “proporciona uma experiência única que dá enorme valor a estes profissionais no mercado”.
    Embora não tenha sido citado pelo ministro, Lessa diz que não aceita ser jogado “na vala comum”. O economista conta que fez uma única palestra para uma empresa privada, pela qual cobrou R$ 4 mil, “para ajudar no armazém”, brinca.
    Ele afirma que nunca foi convidado para ser membro de conselho de empresa privada, prestar consultoria ou coisas do gênero. “O setor privado sabe que eu jamais usaria minhas relações para facilitar negócios”, alfinetou.
    “É evidente que todo homem que teve função importante na máquina pública tem enormes contatos”, acrescentou. “Ele tem a possibilidade da inside information, que é a coisa mais preciosa que existe no mundo de negócios. Se você fizer uma lista dos milionários que surgiram a partir dessas presidências e diretorias (de bancos estatais e ministérios), é impressionante.”
    - Fiquei muito irritado quando o Palocci disse que qualquer um cai nisso. Eu não caio. Fui colocado em uma vala comum. Não há nada mais precioso do que os cadernos de contatos que você tem. Isso faz com que o currículo de quem sai da máquina pública tenha muito valor. Não acho que o Palocci esteja dizendo qualquer mentira, não. Ele deve mesmo ter ganho muito dinheiro honestamente…
    Lessa destacou que não quer fazer julgamento moral sobre os fatos que resultaram na queda de Polocci. “Em qualquer dessas coisas existe quem paga e quem recebe. A imoralidade é uma parceria. A empresa privada não paga pela competência, paga por tudo isso que eu falei [ou seja, informações privilegiadas]”.
    Experiência sim, mas não técnica e conceitual. É principalmente a capacidade que o cara tem de andar por dentro da máquina pública. O cliente está pagando US$ 100 mil por uma conferência para quê? É muito claro. Ele informou que cobrou por uma palestra que fez e recebeu R$ 4 mil. “Fiz uma palestra sobre crise mundial, coisa de que eu entendo como economista. Normalmente, faço conferência de graça porque as instituições que me convidam são pobres. Como era uma instituição que tem caixa, cobrei R$ 4 mil. Para ajudar no armazém.”
    Fonte: Controvérsia.com

    http://mariafro.com.br/wordpress/2011/06/09/eloi-pieta-para-continuarmos-a-ser-um-partido-dos-trabalhadores-nao-e-bom-que-cultivemos-o-ideal-de-empresarios/

    • Zé Augusto /

      Depois que Carlos Lessa disse que Garotinho era um bom nome para derrotar Lula em 2006, eu acho R$ 4 mil muito caro para uma palestra ouvindo as opiniões dele.
      Peça ao Carlos Lessa para publicar o teor da palestra que ele fez sobre a crise mundial, para a gente ver o que ele disse na época e o que aconteceu. Conforme o caso, quem pagou os R$ 4 mil, tem o direito de entrar no PROCON para pedir o dinheiro de volta.
      Lessa é ressentido porque quando Palocci era Ministro da Fazenda ele era presidente do BNDES, e o próprio Lessa saiu porque andou prendendo a roda do Banco, prejudicando o crescimento e geração de empregos.
      Ele recai no mesmo lugar comum dos inquisidores que caçam bruxas: partem do pressuposto de que se existe a possibilidade de haver culpa, a pessoa é necessariamente culpada. Não se trata de gostar ou não gostar, de querer ou não querer conceder o benefício da dúvida: contra quem não há provas, e as acusações em parte foram até desmontadas (com a investigação prévia feita pelo PGR), necessariamente TEM o benefício da dúvida. Quem é intelectualmente honesto precisa admitir isso, ou buscar FATOS que comprovem desonestidade.

Deixe seu comentário

*

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos