Sanguessugas: José Serra tem recaída

Quarta-feira 12, outubro 2011

esquema das ambulâncias Sanguessuga foi replicado no governo tucano de São Paulo (confira aqui).

Depois de José Serra ter passado pela experiência dos Sanguessugas no Ministério da Saúde, não era para ter desenvolvido controles, de modo a evitar repetir no governo paulista?

Errar é humano, mas repetir o erro ou é burrice ou é recaída.





3 Comentários

  1. Jorge /

    Sabem como reconhecer obras do Chirico?

    Pelo cheiro!

    Espero que Alckmin não se deixe contaminar.

  2. Conceição /

    Enquanto isso…
    Por que você acha que, depois de seis eleições presidenciais democráticas, a visão do governo sobre a Amazônia continua tão semelhante à da ditadura militar, com a realização de grandes obras e a imposição autoritária pelo poder central?
    Felício Pontes Jr. – Os efeitos da ditadura não terminam com ela. A opressão diante de qualquer discussão com a sociedade sobre como e para quem vamos gerar energia ainda é resquício da ditadura. Diz-se que o assunto é “técnico” e pronto. É como se essa palavra fosse mágica: tem o poder de afastar qualquer discussão sobre o assunto. Eu mesmo cairia nessa conversa se não tivesse, por missão profissional, de vasculhar o setor de energia elétrica do Brasil. E posso dizer hoje que esta é a caixa preta do governo. Não há nenhuma área tão fechada em si mesma como esta. Mesmo com as décadas que se passaram entre os projetos hidrelétricos mais antigos e o governo atual; mesmo que o Brasil tenha atravessado a transição entre uma ditadura para o regime democrático; mesmo que os algozes da presidenta tenham sido substituídos por ela no comando da nação; a verdade é que as práticas governamentais de construir hidrelétricas mudaram muito pouco, quase nada. O setor elétrico no fundo é dirigido pelas mesmas pessoas que estavam no comando décadas atrás. Esses burocratas descartam oportunidades de promover a eficiência energética, tão em moda na Europa e na Califórnia. Nada que traga o novo é considerado.

    O que mais chama a sua atenção nesta insistência do governo em construir Belo Monte?
    – Há uma coisa em Belo Monte que chama muita atenção de qualquer um que tenha de lidar com o processo, com volumes e mais volumes de processos, que é a mentira do Governo. Eles fogem dos debates e, como o nosso sistema judiciário funciona mal, o sistema não propicia que quem tenha razão consiga alguma coisa neste país. Tanto é que, nas nove últimas ações, obtivemos nove liminares e todas elas foram suspensas pelo tribunal (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), em Brasília. Normalmente, quase sempre, por uma pessoa só, que é o presidente do tribunal. E com base nesta suspensão, eles vão levando a obra.

  3. ProfeGélson /

    Por que a imprensa se cala com a CORRUPÇÃO EM SÃO PAULO???

Deixe seu comentário

*

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos