No Dia do Rio Piracicaba, Esalq anuncia produção de documentário

Domingo 15, abril 2012

Vídeo de 54 minutos traz relatos de especialistas e acervo histórico do tema.15 de abril é por lei dedicado às águas que dão nome e identidade à cidade.

Neste 15 de abril, data dedicada ao Rio Piracicaba, uma pesquisadora da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (Esalq), campus da Universidade de São Paulo (USP) em Piracicaba, anunciou o lançamento de um documentário sobre o rio que dá nome e identidade à cidade do interior paulista. Em “Nas águas do Piracicaba”, a história é contada a partir de relatos de especialistas e pesquisa em arquivos dos anos 60, 70, 80 e 90.

A diretora do documentário e coordenadora do laboratório de vídeo do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq, Laura Alves Martirani, conta que o material é fruto de quatro longos anos de pesquisa e produção.

“São depoimentos de 18 pessoas, entre representantes do PCJ (Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), professores e pesquisadores de recursos hídricos, de educação ambiental e irrigação. O vídeo revela a importância de Piracicaba na construção dos recursos hídricos nacionais.”, conta Laura.

Um dos temas retratados no documentário foi a passagem histórica, entre as décadas de 70 e 80, quando foi decretada a morte do Rio Piracicaba por conta do auto índice de poluentes nas águas. E as questões ecológicas atuais não ficaram de fora.”Os especialistas falam que melhorou muito, mas ainda falta mata ciliar, tratamento de esgoto, e há contaminantes na água. A situação é bastante grave, tanto que o consumo da água do Rio Piracicaba ainda é limitado. Nós bebemos a água do Corumbataí”, conta a pesquisadora.

O lançamento oficial do documentário de 54 minutos, que compõe um grupo de pesquisas sobre ecologia aplicada, será no dia 7 de maio, no anfiteatro do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), que também participou do projeto. O evento será reservado a convidados, mas está prevista para o dia 11 de maio a exibição do vídeo no Sesc-Piracicaba aberta a toda a população. Além disso, o material ficará disponível a qualquer interessado na própria universidade.

Dia do Rio Piracicaba

O calendário festivo da cidade conta com a data reservada para o Rio Piracicaba desde 2002, quando um projeto de lei foi aprovado pelos então vereadores. O ponto turístico recebe cerca de 5 mil visitantes por final de semana. A maioria deles passa pela tradicional Rua do Porto, onde restaurantes servem pescados às margens do rio.

No sábado, houve celebração no Largo dos Pescadores com apresentação de dupla de violeiros e leitura de texto sobre a história do Rio.

Por




Deixe seu comentário

*

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos