Sócio oculto de Cunha convocou o delator. Manobra?

Sexta-feira 17, julho 2015

 

Ou a defesa de Fernando Baiano esperava outro tipo de depoimento e deu tudo errado, ou o próprio advogado de Baiano agiu para tornar pública a delação envolvendo Eduardo Cunha

A esta altura quase todo mundo já viu o depoimento do executivo da Toyo Setal Júlio Camargo, delator na operação Lava Jato, na tarde de ontem (16), em que ele desvenda – bem ao estilo das pautas bomba de Cunha –,  os bastidores do pagamento de propina de US$ 5 milhões ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por empresas que tinham contratos de aluguel de sondas da Petrobras. Uma reportagem aqui na Rede Brasil Atual descreve os fatos, para quem ainda não se inteirou.

O mais curioso no depoimento devastador para o deputados Eduardo Cunha, é que Júlio Camargo depôs na condição de testemunha, convocado  pela defesa de… Continue lendo aqui

Por




Deixe seu comentário

Você deve ser logado postar um comentário.

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos