Furaram o boneco e os coxinhas murcharam

Segunda-feira 31, agosto 2015

Estudante dá exemplo de como agir diante das manifestações da direita e, durante ato dos coxinhas em frente a prefeitura, boneco inflado do ex-presidente Lula é perfurado. Imprensa golpista noticia caso como “atentado”.

Na última sexta-feira, 28, manifestantes a favor do golpe tiveram uma ingrata surpresa.

Os reacionário exibiam, de forma desrepeitosa e ultrajante, o boneco inflável representando o ex-presidente Lula preso, apelidado de “Pixuleco, quando o mesmo foi  perfurado e esvaziado em frente a prefeitura de São Paulo, no viaduto do Chá, por uma estudante, devidamente revoltada com a situação.

Uma meia dúzia de direitistas organizaram a montagem do boneco pela manhã na ponte Octávio Frias de Freitas, a ponte Estaiada, próximo a Rede Globo, um dos monopólios mais favoráveis ao golpismo da direita. O objetivo seria que o boneco aparecesse na edição da manhã do Jornal Bom Dia São Paulo da Globo. Objetivo frustrado para os coxinhas, uma vez que o jornal foi apresentado com as cortinas abaixadas.

Na parte da tarde, o boneco foi levado para frente da prefeitura da cidade de São Paulo para fazer parte de mais uma manifestação da direita contra o governo do PT, organizada pelo movimento “Vem pra Rua”, um dos grupos financiados por monopólios capitalitas nacionais e estrangeiros para defender a derrubada do govrno.

Algum tempo depois de exposto, o boneco foi perfurado por uma jovem estudante militante da União da Juventude Socialista, juventude do PCdoB.

Outro fato que chamou a atenção foi a ação da guarda-civil metropolitana de São Paulo que imediatamente conduziu a jovem estudante para a delegacia, mesmo sem ter qualquer prova de que ela teria perfurado o boneco.

Cobertura da imprensa: “Atentado contra o boneco; artefato no Instituo Lula

A cobertura da imprensa burguesa sobre o ocorrido deixou claro a política golpista defendida pelos veículos de comunicação da burguesia.

O Jornal O Globo, noticiou o ocorrido como sendo um “atentado” contra o boneco coxinha. O mesmo tratamento não foi dado no caso da bomba lançada contra o Instituto Lula, o qual foi noticiado pelo mesmo veículo como sendo uma simples investigação de um artefato deixado naquela instituição.

Golpismo em curso

A ação coxinha, por mais cômica que possa parecer, demonstra que a política golpista levada a cabo pelos movimentos de extrema-direita, como o “Vem pra  Rua” e o “Movimento Brasil Livre” continua em curso.

É digna de elogio a conduta da jovem estudante, se é que de fato tenha sido mesmo ela  autora da ação, contra a manifestação da direita. A estudante está sendo processada, o  PT já declarou que irá assumir sua defesa, com a qual nos solidarizamos.

No entanto, não bastam ações isoladas. Contra a direita é preciso mobilizar os trabalhadores e ajuventude, nas ruas, para derrotar os golpistas.

É necessário seguir o exemplo do último dia 20 de agosto e convocar novas manifestações contra a direita fascista. Do site Causa Operaria PCO

Por




Deixe seu comentário

Você deve ser logado postar um comentário.

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos