Desvios de rota

Quinta-feira 10, abril 2014

  CPIs prestam-se ocasionalmente a investigações valiosas, mas sempre são instrumentos políticos Janio de Freitas Em resposta ao que Lula não disse, Fernando Henrique ponderou, a propósito de uma CPI da Petrobras, que, em vez de política, “a oposição deve verificar os fatos (…), é uma coisa de interesse nacional”. Perfeito. Mas para ser dirigida ao seu próprio partido. Nem Lula propôs que o PT impeça a CPI, nem disse que os petistas devem “partir para cima” da oposição. Não só Fernando Henrique leu tais recomendações não feitas. É que no jornalismo, cada vez mais, e ainda pior em fase eleitoral, nada garante que o não dito vire o dito. E vice-versa. Quanto à ponderação, além do desvio de rota, é de uma inutilidade perfeita. Câmaras, Senados e Assembleias são iguais em toda parte, quando suscitadas investigações: a política precede o dever do esclarecimento. Mas não só por isso a ponderação, mesmo que... Leia mais

58% não votariam em candidato apoiado por Fernando Henrique

Segunda-feira 7, abril 2014

  37% votariam em candidatos indicados por Lula, mostra pesquisa O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua na posição de cabo eleitoral mais influente do País, segundo a mais recente pesquisa Datafolha. Já o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) não conseguiu reduzir a rejeição aos candidatos que apoia. Os que votariam num candidato apoiado por Lula somam 37%, taxa similar à verificada no levantamento realizado em outubro do ano passado (38%). O índice dos que talvez votassem em algum candidato apontado pelo petista, porém, sofreu uma ligeira queda, de 26% para 23%. Subiu, em tendência inversa, o percentual dos que não votariam de jeito nenhum em um candidato apoiado pelo ex-presidente. Esse contingente aumentou de 31% para 35% quando se compara a pesquisa atual com a de outubro. A influência de Lula é mais forte entre os que têm o menor grau de escolaridade (49%), menor renda (47%) e vivem no Nordeste (55%). A rejeição a um candidato... Leia mais

Tucanos tentam descolar Aécio de Azeredo

Terça-feira 11, fevereiro 2014

Políticos do PSDB defendem a inocência do deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) no caso que vem sendo chamado de mensalão tucano, mas já esboçam estratégia para evitar a contaminação da campanha eleitoral do senador e presidente nacional do partido, Aécio Neves (MG), à Presidência da República, se o ex-governador for condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Uma decisão já tomada pelos tucanos é manifestarem confiança em um julgamento isento pelo STF, restrito aos autos do processo – embora estejam certos da forte influência do PT no tribunal. Em caso de condenação, a ordem é respeitar o resultado e não acusar os ministros de tomarem decisão política. A estratégia é mostrar reação diferente daquela manifestada por alguns petistas diante da condenação de integrantes do partido no julgamento do esquema carimbado como mensalão do PT.  O acordo é dizer que, se o STF encontrou elementos que incriminem o ex-governador por eventuais irregularidades... Leia mais

Assessor de Freixo ajuda presos em protestos

Terça-feira 11, fevereiro 2014

  Assessor parlamentar do deputado Marcelo Freixo (PSOL) na Assembleia Legislativa (Alerj), o advogado Thiago de Souza Melo também comanda uma ONG que presta assessoria jurídica gratuita a pessoas que são presas durante as manifestações por vandalismo e outros crimes. Thiago é um dos diretores do Instituto de Defensores de Direitos Humanos (DDH). Em outubro, um dos clientes atendidos pela entidade foi o tatuador Fábio Raposo, também conhecido como Fox, um dos acusados de envolvimento com a morte do cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes. O vínculo de Thiago com manifestantes veio a público ontem, um dia após a polêmica envolvendo o advogado Jonas Tadeu Nunes e Marcelo Freixo. Advogado de Fábio, Jonas chegou a afirmar que os dois acusados de dispararem o artefato que matou o cinegrafista seriam ligados ao deputado. Freixo negou a informação e rebateu observando que Jonas Tadeu representou o ex-deputado Natalino Guimarães em um depoimento na Alerj... Leia mais

Despreparo do Metrô tucano

Quinta-feira 6, fevereiro 2014

  Como se não bastassem os muitos problemas com que já se debatem os vários meios de transporte coletivo da capital paulista, a existência de mais um – e de peso – acaba de ficar evidente: o despreparo do Metrô para lidar com os acidentes que se vêm repetindo em suas linhas. Situação tanto mais lastimável por ser este, reconhecidamente, o meio que presta os melhores serviços. A pane ocorrida no final da tarde de terça-feira na Linha 3-Vermelha causou sérios transtornos para os passageiros e por pouco os conflitos entre eles e os seguranças da empresa não levaram a consequências ainda piores. O problema começou com a falha nas portas de um dos trens daquela linha, que acarretou sucessivas paralisações que afetaram 10 das suas 18 estações. O serviço ficou interrompido nesse trecho por um dos períodos mais longos na história de casos desse tipo. Foram 5 horas – das 18h19 até as 23h22. Essa demora, a superlotação e o calor se combinaram... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos