Candidatos têm 32 emissoras de TV e 141 rádios; prática não é regulamentada

Sexta-feira 1, agosto 2014

Os candidatos que disputam as eleições este ano são donos ou acionistas de 32 empresas de televisão, 141 rádios e 16 jornais impressos. A concessão para emissoras de TV ou rádios é pública, concedida pela União e aprovada pelo Congresso Nacional. Para Pedro Ekman, coordenador da ONG Intervozes, a concessão de meios de comunicação para candidatos e políticos é “prejudicial ao processo democrático”. “O problema é que eles [candidatos donos de empresas] têm o controle editorial sobre a programação que lhes convêm, mesmo que não façam propaganda eleitoral abertamente. É uma vantagem sobre os demais candidatos, já que eles pode operar sua pauta política na TV ou no rádio”, afirma. O artigo 54 da Constituição brasileira afirma que deputados e senadores não devem “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público”, mas não diz nada sobre candidatos. Como o artigo não foi regulamentado, na prática... Leia mais

Aécio se recusa a responder se usou aeroporto em MG

Domingo 27, julho 2014

  O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, se recusou novamente a responder se já usou o aeroporto da cidade de Cláudio (MG), construído em um terreno que pertenceu ao seu tia-avô Mússio Guimarães Tolentino e ainda não foi homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Constrangido, o tucano disse neste sábado, 26, durante evento em uma obra social na região de Itaquera, na capital paulista, que “está tudo esclarecido” e passou a discorrer sobre a importância do empreendedorismo no País. Informações Estadão Em entrevista ao Estado, o tio-avô de Aécio afirmou que o aeroporto na cidade mineira era para todo mundo usar, “inclusive o governador”. A questão do aeroporto foi até agora a pior crise enfrentada pela candidato tucano. Na última semana, Aécio evitou agendas públicas e se pronunciou sobre o caso apenas pelas redes sociais e por meio de notas divulgadas no site do PSDB. No domingo passado, o jornal Folha... Leia mais

Candidatos e suas aeronaves milionárias

Domingo 27, julho 2014

  TSE aponta que os candidatos são donos de 63 aparelhos, com valores de R$ 5,5 mil até R$ 7,5 milhões. Ultraleves, helicópteros e até mesmo jatos estão entre os bens declarados por pelo menos 49 candidatos às eleições deste ano. Levantamento do site Contas Abertas com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que os candidatos são donos de 63 aeronaves, com valores de R$ 5,5 mil até R$ 7,5 milhões. No total, elas valem R$ 43,4 milhões. De acordo com a pesquisa, o modelo mais caro pertence ao senador Ataídes Oliveira (Pros), que concorre ao governo de Tocantins. O parlamentar possui um Jato Beech Aircraft RK307, adquirido por R$ 7,5 milhões, e um avião Embraer EMB-810C, no valor de R$ 430 mil. As duas aeronaves foram compradas nos últimos quatro anos, quando eleito primeiro suplente pelo PSDB, do senador João Ribeiro. Com a morte do titular, Oliveira assumiu a cadeira no Senado em dezembro de 2013. De uma eleição para outra, Oliveira praticamente... Leia mais

Aécio desapropriou e construiu aeroporto em terra do tio, mas vai culpar Dilma

Quarta-feira 23, julho 2014

  Aécio  construiu aeroporto em terra de parente que foi desapropriada por ele mesmo Candidato adiou evento para acompanhar o caso e apresentou pareceres de ex-ministros do Supremo sobre a obra Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência, organizou uma força-tarefa para tentar minimizar o desgaste causado pela revelação de que, no final de seu segundo mandato como governador de Minas, construiu aeroporto num terreno de parentes que foi desapropriado pelo Estado no município de Cláudio (MG).O próprio Aécio, que tinha agenda às 16h desta terça-feira (22) em São Paulo, adiou o evento para ficar mais tempo em Minas, acompanhando a operação pessoalmente. O caso foi revelado pela Folha no domingo (20). Os tucanos decidiram atuar em duas frentes: politicamente, vão acusar a presidente Dilma Rousseff (PT) de usar a máquina do Estado para perseguir adversários. Esse discurso é alimentado por uma ação na Justiça, em que acusaram a Anac (Agência Nacional de... Leia mais

Aeroporto de Aécio custou R$ 14 milhões aos cofres públicos

Domingo 20, julho 2014

Meu aeroporto minha vida O governo de Minas Gerais construiu, em 2010, um aeroporto dentro de uma fazenda de um parente do senador e candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB), na cidade de Cláudio. A obra, que custou R$ 14 milhões, foi feita no fim do segundo mandato do tucano como governador do Estado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a publicação, o aeroporto é administrado por familiares de Aécio. A família de Múcio Guimarães Tolentino, 88 anos, que é tio-avô do tucano e ex-prefeito do município de Cláudio, guarda as chaves do portão do local. Orçado em R$ 13,5 milhões, o aeroporto foi feito pela construtora Vilasa, responsável por outros aeroportos incluídos no programa mineiro. O custo final da obra, somados aditivos feitos ao contrato original, foi de R$ 13,9 milhões, segundo a Folha de S. Paulo. O jornal afirma que, para pousar no aeroporto, é preciso pedir autorização aos filhos de Múcio. Segundo um deles, Fernando... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos