Delegados da Lava Jato exaltam Aécio e atacam PT na rede

Quinta-feira 13, novembro 2014

Durante a eleição, perfis de policiais que investigam  Petrobrás chamam Lula de “anta” e replicam conteúdo crítico a Dilma Delegados federais da Operação Lava Jato, força-tarefa que investiga Petrobrás envolvendo empreiteiras e partidos, usaram as redes sociais durante a campanha eleitoral deste ano para elogiar o senador Aécio Neves, candidato do PSDB ao Planalto, e atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora, Dilma Rousseff, que disputava a reeleição. Em manifestações feitas em perfis fechados no Facebook aos quais o Estado teve acesso, delegados da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, órgão onde estão concentradas as investigações, compartilharam propaganda eleitoral do então candidato tucano que reproduzia reportagens com o conteúdo da delação premiada do doleiro Alberto Youssef, segundo a qual Dilma e Lula teriam conhecimento do esquema de desvios -o teor desses depoimentos está sob segredo de Justiça. Os... Leia mais

Desobedecer leis é ‘fácil’ para 81% dos brasileiros; 32% confiam na Justiça

Terça-feira 11, novembro 2014

  A desconfiança diante das instituições públicas do País faz com que 81% dos brasileiros concordem com a afirmação de que é “fácil” desobedecer as leis. O mesmo porcentual de pessoas também tem a percepção de que, sempre que possível, as pessoas escolhem “dar um jeitinho” no lugar de seguir as leis. Os dados são de uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas para o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e revelam ainda que 32% da população confia no Poder Judiciário. Já a confiança na polícia fica um ponto porcentual acima, com 33%. Apesar de baixos, esses índices já foram menores – 29% e 31% respectivamente – em pesquisa anterior. O levantamento mostra ainda que a ruptura entre os cidadãos e as instituições públicas ligadas à Justiça leva 57% da população a acreditar que “há poucos motivos para seguir as leis do Brasil”, segundo o levantamento. “Isso está relacionado à desconfiança que as pessoas têm no... Leia mais

Entrada de dólares supera saída em US$ 6,9 bi, melhor outubro desde 2009

Quarta-feira 5, novembro 2014

  A entrada de dólares no Brasil superou a saída da moeda em US$ 6,927 bilhões em outubro, de acordo com informações do fluxo cambial divulgadas nesta quarta-feira (5) pelo Banco Central. Esse é o melhor resultado desde maio de 2013, quando somou US$ 10,189 bilhões, impulsionado pela captação da Petrobras. É também o maior resultado para o mês de outubro desde 2009, quando houve saldo positivo de US$ 14,598 bilhões. Só em 27 de outubro, um dia após o segundo turno da eleição presidencial, a entrada de dólares superou a saída da moeda em US$ 3,674 bilhões pela conta financeira —inclui investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações. No ano, até agora, o resultado é positivo, com saldo de US$ 8,27 bilhões. Em setembro, o chamado fluxo cambial tinha ficado positivo em US$ 2 bilhões; em outubro do ano passado, a diferença tinha sido negativa em US$ 6,2... Leia mais

O choque de indigestão de Aécio

Sexta-feira 17, outubro 2014

  Do ponto de vista financeiro, o choque de gestão em Minas foi um fracasso tão grande quanto o foi do ponto de vista social. Mas Aécio não concorda O documento de 31 de janeiro de 2013, reverenciando os dez anos do choque de gestão promovido pelo governo do PSDB em Minas Gerais, inicia com a seguinte afirmativa: “O programa choque de gestão se tornou a principal referência em administração pública no Brasil”. E continua da seguinte maneira: “O ponto de partida era uma ideia simples, inovadora e de grande impacto: gastar menos com o governo e mais com o cidadão. Ao mesmo tempo, reduzir o peso dos recursos destinados à máquina administrativa e ampliar os investimentos destinados a melhorar a qualidade de vida das pessoas em áreas como saúde, educação, segurança, infraestrutura, meio ambiente e geração de emprego e renda entre outras”. Vamos por partes. Saúde. Em adição a essa proposta, Aécio Neves, hoje candidato à Presidência,... Leia mais

Nepotismo em Minas Gerais:A família que mama nas tetas dos cofres públicos

Quinta-feira 16, outubro 2014

O primeiro debate do segundo turno, realizado na terça-feira, pela TV Bandeirantes, foi marcado por uma série de ataques entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) que entrou como nova munição na reta final da disputa pela Presidência.   As acusações suscitaram dúvidas sobre sua veracidade em temas tão distintos quanto inflação, transferências obrigatórias para a saúde, nepotismo em Minas Gerais e financiamento do BNDES para projeto em Cuba.   Numa arma que ainda não havia sido explorada por sua campanha, Dilma acusou Aécio de nepotismo por empregar parentes na administração direta e indireta de Minas Gerais. Ontem, em entrevista, a petista voltou à carga. “Se fosse no governo federal, ele não poderia. Lá [em Minas Gerais] eu não sei qual é a legislação vigente, mas no governo federal é nepotismo. Você não pode contratar irmão, um tio, três primos e três primos.” Entre os parentes, a crítica de Dilma refere-se a Andréa Cunha... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos