Credit Suisse: Dilma é a favorita para ganhar pleito

Terça-feira 19, agosto 2014

  A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, é a favorita para ganhar o pleito deste ano, na avaliação do banco Credit Suisse. De acordo com o vice-presidente da instituição no Brasil, Leonardo Fonseca, essa perspectiva se dá, entre outros motivos, pela estabilidade na aprovação boa ou ótima do governo no último trimestre, pelo maior tempo de televisão que a petista terá em relação aos adversários e pelo próprio histórico de reeleições anteriores. Com base em cruzamento de dados de pesquisas com a conversão dos níveis de aprovação do governo em votos para o candidato, Fonseca afirmou que, em eleições anteriores, presidentes que tinham avaliação do governo “bom” ou “ótimo” de 32% a 100%, como é o caso de Dilma, foram reeleitos. Segundo ele, historicamente a vitória da oposição só se dá quando esse nível de avaliação varia de zero a 18% dos eleitores. Quando essa porcentagem está entre 18% e 32%, o... Leia mais

PT pede investigação por atuação de servidor tucano

Terça-feira 19, agosto 2014

O Diretório Nacional do PT entrou na segunda-feira, 18, com uma representação no Ministério Público Federal pedindo a instauração de um inquérito civil para verificar se o senador Aécio Neves (PSDB), candidato à Presidência, cometeu atos de improbidade administrativa ao levar o servidor de seu gabinete no Senado, Luiz de Melo Alvarenga Neto, a eventos de campanha. Nomeado em 2011 como secretário parlamentar, o jornalista esteve presente em quase todos os eventos de campanha do candidato tucano desde a oficialização do processo eleitoral, mas só foi exonerado no dia 31 de julho, 25 dias após o início da campanha. A participação de Alvarenga na campanha foi relatada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” no dia 13 de agosto. O PT argumenta haver “evidente desvio de finalidade do ato administrativo, com prejuízo ao erário” e pede ao Ministério Público que sejam apuradas a aplicação de recursos públicos para o pagamento do servidor,... Leia mais

Barroso anula decisão sobre leilão de bens bloqueados do mensalão

Terça-feira 19, agosto 2014

  O ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou decisão do ex-presidente da Corte, Joaquim Barbosa, que em junho havia determinado o leilão de bens bloqueados do publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza e de empresas e outros réus ligados a ele. Condenado por envolvimento com o esquema do mensalão, o publicitário cumpre pena de mais de 37 anos de prisão. No seu despacho, Barroso concluiu que esse tipo de decisão tem de ser tomada por um juiz da vara encarregada da execução da pena e não pelo STF. “Todas as matérias que esta Corte não tenha expressamente reservado para si deverão ser conduzidas pelo Juízo competente para a execução”, afirmou. O ministro determinou que sejam encaminhadas à vara de execução cópias do caso para que o juiz tome uma decisão sobre o destino dos bens. Antes de ter determinado a realização do leilão, Joaquim Barbosa havia tornado indisponíveis contas bancárias, imóveis, carros de... Leia mais

Aonde vai Marina

Segunda-feira 18, agosto 2014

Marina não é a mesma de 2010  Na sequência imediata de eventos como a morte de Eduardo Campos, poucas certezas se impõem. Já as incógnitas se multiplicam. Qualquer enquete ou pesquisa feita “à quente” sob o impacto do desastre aéreo será de pouca serventia. O efeito da comoção causada pelo acidente inevitavelmente terá um peso significativo, o que torna os números descartáveis em termos de previsões do cenário político. Nem sempre é assim. Um de tantos exemplos: em 1988, a morte de três grevistas em Volta Redonda (em novembro) impulsionou a vitória de vários candidatos do PT em prefeituras, inclusive o triunfo de Luiza Erundina em São Paulo. Diferenças cruciais: embora sem a projeção de um político presidenciável, as três vítimas morreram num conflito sindical e a poucos dias do pleito. Agora, o prazo que separa a tragédia de Santos do dia da eleição presidencial é tempo suficiente para diluir o fator comoção. Muita gente dá como favas... Leia mais

Justiça em MT barra candidatura de ex-presidente da Assembleia

Quinta-feira 7, agosto 2014

  Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) indeferiu em sessão realizada na manhã desta quinta-feira, 7, a candidatura do deputado José Riva (PSD) ao governo de Mato Grosso pela coligação “Viva mato Grosso”. Com essa decisão, o Tribunal atende a dois pedidos de impugnação contra a candidatura de José Riva. Um deles, da Procuradoria Regional Eleitoral e o outro protocolado pelo candidato da coligação “Coragem para Mudar”, o senador Pedro Taques (PDT). Os dois pedidos foram com base na lei da Ficha Limpa. José Riva responde a cerca de 103 processos judiciais e possui quatro condenações em colegiado do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) por corrupção. No pedido de impugnação, a Procuradoria Regional Eleitoral destaca que o candidato teve condenações por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.  Uma das condenações foi por desvio de recursos públicos por meio de emissão fraudulenta de... Leia mais

STF deve analisar na 3ªfeira ação do mensalão do PSDB

Quinta-feira 7, agosto 2014

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) irá decidir se os ministros devem analisar a última ação penal que resta na Corte sobre o suposto esquema conhecido como mensalão mineiro. A ação na qual é réu o ex-senador Clésio Andrade (PMDB-MG) foi colocada na pauta de julgamento da próxima terça-feira, 12, o que significa que o ministro relator, Luís Roberto Barroso, deixou para o colegiado deliberar se remete ou não o processo para a primeira instância. No último dia 15, Andrade, réu em ação que investiga desvio de verba para abastecimento da campanha eleitoral do então candidato a governador em Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB), renunciou ao mandato de senador alegando problemas de saúde. Ao deixar o mandato, Andrade não tem mais foro privilegiado e a ação penal na qual é réu pode ser remetida diretamente do Supremo para a primeira instância. A pauta da 1ª Turma para a próxima quarta-feira prevê discussão de “questão de ordem” no... Leia mais

Se é crime, são dois

Quinta-feira 7, agosto 2014

Os parlamentares do PSDB querem explorar a denúncia de uma banalidade que também é praticada por eles Com os amigos que tem no PSDB, Geraldo Alckmin deve ao menos proteger as costas. Enquanto se ocupa de sua promissora campanha eleitoral, os parlamentares do PSDB que passam por Brasília qualificam como crime, e querem submetida a processos, “a armação” de parlamentares governistas e funcionários que prepararam depoentes da Petrobras para inquirições no Congresso. Bem, isso é o que senadores e deputados do PSDB aparentam à primeira vista. Os adversários de Geraldo Alckmin jamais o identificaram com crime de qualquer espécie. Não é assim, porém, a conduta dos seus companheiros. Se atos de determinadas pessoas são criminosos, outras que os cometam, idênticos, incidem também em atos criminosos. Eis, então, o que há apenas 62 dias era publicado no “Painel” da Folha: “Preocupado com a CPI mista que investigará o cartel do metrô, o... Leia mais

Premiê diz que Japão quer aumentar comércio e investir mais no Brasil

Sábado 2, agosto 2014

BRASÍLIA (Reuters) – Em visita ao Brasil, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, alardeou o sucesso de suas políticas econômicas nesta sexta-feira e disse estar na hora de as duas nações expandirem sua parceria comercial e de investimento. No ensejo da primeira visita de um premiê japonês ao Brasil em uma década, os bancos japoneses ofereceram 700 milhões de dólares em empréstimos para impulsionar as exportações brasileiras de soja e milho para o Japão e construir cascos para serem convertidos em plataformas flutuantes para a florescente indústria brasileira de extração de petróleo em alto mar. Abe disse aos líderes empresariais brasileiros que o Japão encerrou um ciclo de deflação de 15 anos, desde que suas políticas de estímulo começaram a surtir efeito, e que há um grande potencial de expansão no comércio e no investimento com a maior economia da América Latina. “Agora que o Japão está crescendo de novo, podemos crescer com outras... Leia mais

Balança comercial tem superávit de US$ 1,575 bilhão em julho

Sábado 2, agosto 2014

O saldo da balança comercial do mês de julho registrou superávit de US$ 1,575 bilhão, revertendo o déficit do mesmo período de 2013, de US$ 1,899 bilhão. No mês, a exportação alcançou cifra recorde para meses de julho de US$ 23,025 bilhões. Sobre julho de 2013, as exportações registraram crescimento de 10,7%, e retração de 2,2% em relação a junho de 2014, pela média diária. As importações totalizaram US$ 21,450 bilhões. Sobre igual período do ano anterior, as importações registraram queda de 5,5%, e crescimento de 3,0% sobre junho de 2014, pela média diária. No período, a corrente de comércio alcançou valor de US$ 44,475 bilhões, recorde para meses de julho. Sobre igual período do ano anterior apresentou crescimento de 2,2%, pela média... Leia mais

Mercado de carros de luxo no Brasil deve crescer 30% em 2014, diz Mercedes-Benz

Sábado 2, agosto 2014

  SÃO PAULO (Reuters) – O segmento de veículos de luxo no Brasil deve ter em 2014 uma alta de 30 por cento nas vendas, cenário oposto ao do mercado geral que inclui carros e utilitários leves, que encerrará o ano com queda, afirmou a Mercedes-Benz nesta sexta-feira. A montadora alemã, que está investindo 500 milhões de reais na construção de uma fábrica de carros no interior de São Paulo que deve ficar pronta no fim de 2015, espera ampliar suas vendas este ano para mais de 11 mil automóveis, expansão de cerca de 17 por cento sobre 2013. “O mercado brasileiro sempre teve suas altas e baixas, mas olhando para a frente, tem todas as condições para crescer”, disse o diretor geral da divisão de automóveis da montadora no Brasil, Dmitris Psillakis. Os emplacamentos de veículos novos (carros, comerciais leves, caminhões e ônibus) no Brasil neste ano até julho caíram 8,4 por cento contra igual período de 2013, disse uma fonte do setor à Reuters... Leia mais

Candidatos têm 32 emissoras de TV e 141 rádios; prática não é regulamentada

Sexta-feira 1, agosto 2014

Os candidatos que disputam as eleições este ano são donos ou acionistas de 32 empresas de televisão, 141 rádios e 16 jornais impressos. A concessão para emissoras de TV ou rádios é pública, concedida pela União e aprovada pelo Congresso Nacional. Para Pedro Ekman, coordenador da ONG Intervozes, a concessão de meios de comunicação para candidatos e políticos é “prejudicial ao processo democrático”. “O problema é que eles [candidatos donos de empresas] têm o controle editorial sobre a programação que lhes convêm, mesmo que não façam propaganda eleitoral abertamente. É uma vantagem sobre os demais candidatos, já que eles pode operar sua pauta política na TV ou no rádio”, afirma. O artigo 54 da Constituição brasileira afirma que deputados e senadores não devem “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público”, mas não diz nada sobre candidatos. Como o artigo não foi regulamentado, na prática... Leia mais

Aécio se recusa a responder se usou aeroporto em MG

Domingo 27, julho 2014

  O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, se recusou novamente a responder se já usou o aeroporto da cidade de Cláudio (MG), construído em um terreno que pertenceu ao seu tia-avô Mússio Guimarães Tolentino e ainda não foi homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Constrangido, o tucano disse neste sábado, 26, durante evento em uma obra social na região de Itaquera, na capital paulista, que “está tudo esclarecido” e passou a discorrer sobre a importância do empreendedorismo no País. Informações Estadão Em entrevista ao Estado, o tio-avô de Aécio afirmou que o aeroporto na cidade mineira era para todo mundo usar, “inclusive o governador”. A questão do aeroporto foi até agora a pior crise enfrentada pela candidato tucano. Na última semana, Aécio evitou agendas públicas e se pronunciou sobre o caso apenas pelas redes sociais e por meio de notas divulgadas no site do PSDB. No domingo passado, o jornal Folha... Leia mais

Candidatos e suas aeronaves milionárias

Domingo 27, julho 2014

  TSE aponta que os candidatos são donos de 63 aparelhos, com valores de R$ 5,5 mil até R$ 7,5 milhões. Ultraleves, helicópteros e até mesmo jatos estão entre os bens declarados por pelo menos 49 candidatos às eleições deste ano. Levantamento do site Contas Abertas com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que os candidatos são donos de 63 aeronaves, com valores de R$ 5,5 mil até R$ 7,5 milhões. No total, elas valem R$ 43,4 milhões. De acordo com a pesquisa, o modelo mais caro pertence ao senador Ataídes Oliveira (Pros), que concorre ao governo de Tocantins. O parlamentar possui um Jato Beech Aircraft RK307, adquirido por R$ 7,5 milhões, e um avião Embraer EMB-810C, no valor de R$ 430 mil. As duas aeronaves foram compradas nos últimos quatro anos, quando eleito primeiro suplente pelo PSDB, do senador João Ribeiro. Com a morte do titular, Oliveira assumiu a cadeira no Senado em dezembro de 2013. De uma eleição para outra, Oliveira praticamente... Leia mais

Aécio desapropriou e construiu aeroporto em terra do tio, mas vai culpar Dilma

Quarta-feira 23, julho 2014

  Aécio  construiu aeroporto em terra de parente que foi desapropriada por ele mesmo Candidato adiou evento para acompanhar o caso e apresentou pareceres de ex-ministros do Supremo sobre a obra Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência, organizou uma força-tarefa para tentar minimizar o desgaste causado pela revelação de que, no final de seu segundo mandato como governador de Minas, construiu aeroporto num terreno de parentes que foi desapropriado pelo Estado no município de Cláudio (MG).O próprio Aécio, que tinha agenda às 16h desta terça-feira (22) em São Paulo, adiou o evento para ficar mais tempo em Minas, acompanhando a operação pessoalmente. O caso foi revelado pela Folha no domingo (20). Os tucanos decidiram atuar em duas frentes: politicamente, vão acusar a presidente Dilma Rousseff (PT) de usar a máquina do Estado para perseguir adversários. Esse discurso é alimentado por uma ação na Justiça, em que acusaram a Anac (Agência Nacional de... Leia mais

Aeroporto de Aécio custou R$ 14 milhões aos cofres públicos

Domingo 20, julho 2014

Meu aeroporto minha vida O governo de Minas Gerais construiu, em 2010, um aeroporto dentro de uma fazenda de um parente do senador e candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB), na cidade de Cláudio. A obra, que custou R$ 14 milhões, foi feita no fim do segundo mandato do tucano como governador do Estado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a publicação, o aeroporto é administrado por familiares de Aécio. A família de Múcio Guimarães Tolentino, 88 anos, que é tio-avô do tucano e ex-prefeito do município de Cláudio, guarda as chaves do portão do local. Orçado em R$ 13,5 milhões, o aeroporto foi feito pela construtora Vilasa, responsável por outros aeroportos incluídos no programa mineiro. O custo final da obra, somados aditivos feitos ao contrato original, foi de R$ 13,9 milhões, segundo a Folha de S. Paulo. O jornal afirma que, para pousar no aeroporto, é preciso pedir autorização aos filhos de Múcio. Segundo um deles, Fernando... Leia mais

95% dos turistas que vieram para a Copa querem voltar

Segunda-feira 14, julho 2014

A Copa do Mundo atraiu para o Brasil turistas de 203 nacionalidades, a maioria deles (61%) nunca havia estado no País. As informações fazem parte de um balanço elaborado pelo Ministério do Turismo, em pesquisa na qual 92,3% afirmaram que vieram ao País em função da Copa e 95% declararam intenção de retornar. Foram ouvidos até o momento 6,6 mil turistas em aeroportos e fronteiras terrestres – o levantamento continua até o dia 23 de julho. O tempo de permanência média no País do turistas estrangeiros foi 13 dias, passando por 378 cidades. Os brasileiros que circularam pelo País durante a Copa foi superior a 3 milhões, sendo São Paulo o principal Estado emissor de turistas nacionais, como 858.825, seguido por Rio de Janeiro (260.527) e Minas Gerais (220.021). O Ministério também informou que a hospitalidade e a gastronomia foram os itens mais bem avaliados pelos estrangeiros, com 98% e 93%, respectivamente. A pesquisa ouviu também a opinião da imprensa... Leia mais

A Copa que o Brasil ganhou

Sábado 12, julho 2014

O maior evento esportivo do mundo criou milhares de oportunidades de negócios fora dos gramados e modernizou a infraestrutura O impacto econômico do evento é inquestionável. Um estudo da Fipe/USP, indica que a Copa movimentou R$ 30 bilhões. “É o triplo gerado pela Copa das Confederações”, diz o economista Wilson Rabahy, responsável pelo estudo. A parte mais relevante, 88% do valor gerado, veio dos investimentos em infraestrutura, que envolveram R$ 25 bilhões. O mercado de trabalho também se beneficiou. “Considerando a contratação de temporários e as horas extras pagas, foi gerado o equivalente a 900 mil empregos durante a Copa”, diz Rabahy. O governo federal, Estados e municípios investiram R$ 27,4 bilhões em estádios, aeroportos, telecomunicações e mobilidade urbana, segundo o Tribunal de Contas da União (TCU). A  maior parte do dinheiro, R$ 12 bilhões, foi destinada à construção de corredores de ônibus, novos acessos a aeroportos e ampliação de... Leia mais

Dilma encara guerra pela reforma do nosso futebol

Sábado 12, julho 2014

O governo não quer comandar o futebol brasileiro, mas ajudar na sua modernização, escreveu hoje a presidente Dilma Rousseff em sua conta no Twitter. Segundo ela, o futebol não pode ser estatal. “O futebol, que é atividade privada, precisa ter as melhores práticas da gestão privada, nas áreas comercial, financeira e futebolística”, disse. A presidente comentou ainda que o Brasil deve deixar de ser um “exportador” de jogadores. “O Brasil não quer criar a Futebras. Quer, sim, acabar com a Futebrax e deixar de ser um mero exportador de talentos”, disse. Dilma afirmou que aqueles que “queriam transformar a Petrobras em Petrobrax desvirtuam, agora, a posição de apoiar a renovação do futebol”. Para a presidente, é preciso ampliar oportunidades para que os craques brasileiros tenham no país as mesmas condições do mercado internacional. “As oportunidades devem ir das divisões de base ao nível profissional. Só assim garantiremos que jogadores de... Leia mais

Após alta de roubos, Alckmin troca 4 chefes da PM na capital

Sábado 12, julho 2014

  O governo Geraldo Alckmin (PSDB) oficializa neste sábado (12) no “Diário Oficial” a troca de quatro comandantes da Polícia Militar na capital.A decisão foi tomada após reunião na tarde desta sexta (11) entre o governador e o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella. A reunião foi feita a pedido de Grella.  Responsável pelo Comando de Policiamento da Capital (CPC), o coronel Leonardo Torres Ribeiro dará lugar ao coronel Glauco de Carvalho, que deixa o comando da Diretoria de Polícia Comunitária.No mês passado, Ribeiro declarou, após um ato do MPL (Movimento Passe Livre) que acabou com concessionárias depredadas, que a PM não interveio porque havia feito um acordo para acompanhar os manifestantes de longe.  A declaração do então comandante incomodou o secretário Grella, que afirmou em seguida que a PM não poderia ter feito qualquer acordo com o MPL. Na ocasião, Grella disse que a PM falhou.  Apesar de especialistas apontarem a falta... Leia mais

Com Aloysio, Aécio tenta neutralizar próprio ‘veneno’

Segunda-feira 30, junho 2014

Ao que parece, o jornal  O Estado de São Paulo, que tem como colunista o tucano José Serra, não gostou da indicação de  Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para vice na chapa de Aécio. Leia o artigo de Julia Duailibi, publicado na noite dessa segunda feira (30), e tire suas conclusões Com a escolha do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para vice na sua chapa, o tucano Aécio Neves busca uma vacina contra estratégia aplicada por ele mesmo em 2006 e em 2010, que acabou por prejudicar a eleição nacional do PSDB. Não é segredo que, nessas duas disputas, Aécio não se empenhou pelos candidatos a presidente do seu partido em Minas, segundo maior colégio eleitoral do País. Agora, com Aloysio, Aécio quer uma proteção contra a traição dos tucanos em São Paulo. Em 2006, Aécio se beneficiou do “Lulécio”, a chapa informal entre ele, candidato a governador em Minas, e Lula, candidato à Presidência. Resultado: o PSDB perdeu no Estado. Alckmin teve apenas... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos