Brasil vai ajudar a implementar o Bolsa Família no Irã

Quarta-feira 15, junho 2011

Brasil vai ajudar a implementar o Bolsa Família no Irã

O Brasil vai ajudar o Irã a implementar o Bolsa Família, programas equivalentes ao Brasil sem Miséria e programas de capacitação de trabalhadores. Em Genebra, os ministros dos dois países se reuniram, nesta terça-feira, 14, para acertar os detalhes da iniciativa, justamente em um momento em que o Irã começa a sentir o maior impacto do embargo econômico e comercial que lhe é imposto pela ONU. Em Teerã, diplomatas confirmaram ao jornal O Estado de São Paulo que um dos temores do regime é de que crise social alimente ainda mais a tensão e pressione por uma queda do atual regime. Na Tunísia e Egito, governos que se mantinham no poder há décadas só foram derrubados quando a situação social de milhões de pessoas sem trabalho ficou insustentável. Os iranianos querem evitar a repetição desse cenário. Abdolreza Sheikholeslami, ministro do Trabalho do Irã, indicou que seu governo quer criar 2,3 milhões de postos de trabalho no País até 2012. Para isso,... Leia mais

Brasil lidera alta em consumo de entretenimento e de mídia

Quarta-feira 15, junho 2011

  O mercado brasileiro de entretenimento e mídia apresentou o maior crescimento entre as principais economias do mundo em 2010 e atingiu US$ 33,1 bilhões.Segundo estudo da consultoria PwC em 58 países, no ano passado o Brasil cresceu 15,3%, à frente de Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul, alguns dos principais mercados do mundo.A pesquisa considera serviços consumidos pela população e também receitas com publicidade.Os segmentos que tiveram mais representatividade no Brasil foram serviços de TV por assinatura e acesso à internet, em consumo, e publicidade em televisão, entre os anunciantes. Os três segmentos registraram um aumento superior a 20% no ano passado.”O crescimento está diretamente relacionado ao desempenho da economia. A ascensão de mais brasileiros à classe média já trouxe impacto significativo no ano passado”, afirma Estela Vieira, sócia da PwC para a área de entretenimento e mídia.Puxada pelo Brasil, que... Leia mais

Pela primeira vez na história, risco Brasil é menor que risco EUA

Quarta-feira 15, junho 2011

Pela primeira vez na história, os investidores enxergam mais risco de calote dos Estados Unidos que do Brasil. O Credit Default Swap (CDS) de um ano – instrumento de proteção contra o risco de um devedor não cumprir suas obrigações – do Brasil tem sido negociado abaixo do norte-americano. “Ainda que circunstancial, trata-se de algo inédito na história ou mesmo um fato impensável que pudesse ocorrer em algum momento”, diz o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, Octavio de Barros. No dia de ontem, o CDS do Brasil estava em 41,2 pontos-base, enquanto o norte-americano estava em 49,7 pontos. “As dificuldades enfrentadas pela economia americana e as tensões no Congresso americano em relação ao teto para o endividamento que será atingido em julho geram incertezas nos mercados”, completou Octavio de Barros.Do Ig Leia mais

MPF sugere federalizar caso da escrivã despida por policiais

Quarta-feira 15, junho 2011

A Procuradoria dos Direitos do Cidadão em São Paulo quer que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, proponha ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a federalização dos processos envolvendo uma ex-escrivã de polícia despida por policiais em uma delegacia de São Paulo. Em imagens exibidas pela Bandeirantes, os policiais apareceram tirando a calça e a calcinha da mulher por causa da suspeita de que ela tivesse escondido dinheiro recebido como propina para livrar um homem de investigação. O vídeo foi gravado em 2009. O Ministério Público Federal (MPF) foi procurado pelo advogado da escrivã e iniciou investigações para verificar se o caso cumpria os três requisitos para que fosse formulado, pela Procuradoria-Geral da República, um pedido de federalização do caso: grave violação de direitos humanos pelo Estado; descumprimento de tratados internacionais assinados pelo Brasil e inefetividade das medidas tomadas pelo Estado para reprimir as... Leia mais

A Globo governando o país: Rede Globo está atrasando aprovação de projeto de lei

Quarta-feira 15, junho 2011

Empresas de telecomunicações apontam que a Rede Globo estaria tentando atrasar ao máximo a aprovação do projeto de lei que permitirá a entrada de operadoras de telefonia no mercado de televisão por assinatura, segundo informa o jornal Folha de S.Paulo nesta quarta-feira. O projeto que tramita no Senado eliminaria as restrições quanto a participação de capital estrangeiro em empresas de televisão. De acordo com a publicação, a Globosat é atualmente a maior programadora da América Latina. Em declaração ao jornal, o vice-presidente de relações institucionais da Globo, Evandro Guimarães, afirma que a empresa é a favor do projeto, contanto que ele não sofra vetos no Executivo. Paralelamente, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já abriu consulta pública para mudança nas regras, no entanto, mantendo a restrição ao capital estrangeiro. Leia mais

MP aprovada

Quarta-feira 15, junho 2011

Em meio a protestos da oposição, o Senado aprovou ontem medida provisória que permite a contratação temporária de professores nas instituições federais de ensino superior. A votação ocorreu na véspera da MP perder a validade, o que irritou os oposicionistas – que defendem mudanças no rito de tramitação das medidas para que o Senado tenha mais tempo para analisá-las. Com ampla maioria na Casa, os governistas aprovaram o texto por 49 votos a 12. A oposição tentou derrubar a votação ao afirmar que a MP não prevê os recursos orçamentários necessários para a contratação dos professores, como previsto pela Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2011. Leia mais

MP denuncia Joaquim Roriz

Quarta-feira 15, junho 2011

O Ministério Público denunciou o ex-governador Joaquim Roriz por comandar um esquema de corrupção no Banco de Brasília (BRB). Segundo o MPDFT, o esquema teria começado em 1999 e contou com a participação do presidente do banco na época, Tarcísio Franklim de Moura, e de outras 21 pessoas. Os promotores afirmaram que o esquema teria como objetivo o desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro, entre outros ilícitos.O MPDFT alega que esta é primeira ação penal contra Roriz em função da Operação Aquarela. De acordo com a denúncia, Roriz teria participação em episódios de favorecimento de empresas em contratos sem licitação. Roriz e familiares já respondem a uma ação de improbidade administrativa movida pelo MPDFT, em função da denúncia do recebimento de 12 apartamentos de uma construtora em troca de favorecimentos junto ao... Leia mais

Dividir para agilizar

Quarta-feira 15, junho 2011

  Para facilitar a apresentação da denúncia, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, estuda desmembrar o processo sobre o esquema de distribuição de propina descoberto em novembro de 2009 pela Operação Caixa de Pandora, que corre no Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é fazer com que os acusados que não possuem foro privilegiado sejam julgados pela Justiça comum. “Basicamente, tem que ver se as condutas estão de tal forma interligadas, se dá para separar ou se não dá para separar. Nós, de modo geral, trabalhamos hoje na Procuradoria com o objetivo de desmembrar para facilitar a tramitação, mas só é possível um juízo sobre isso quando a gente concluir”, disse Gurgel. Segundo ele, o caso não correrá na Justiça comum porque um dos acusados, Domingos Lamoglia, é conselheiro afastado do Tribunal de Contas do DF. Por conta de seu cargo, Lamoglia tem direito a foro privilegiado e, com isso, só poderia ser julgado... Leia mais

Sigilo eterno

Terça-feira 14, junho 2011

  Ex-presidente da República, o senador José Sarney (PMDB-AP) defendeu ontem a manutenção do sigilo eterno em parte dos documentos históricos do país. Sarney disse que o Brasil não deve “abrir feridas” ao revelar todo o seu passado, mas tornar públicos apenas os documentos “mais recentes” da história. “Documentos históricos, que fazem parte da nossa história diplomática, da nossa história do Brasil, que tenham articulações como Rio Branco teve que fazer muitas vezes, nós não podemos revelar esses documentos senão vamos abrir feridas”, afirmou. Leia mais

Reforma política

Terça-feira 14, junho 2011

  Relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) apresentou voto contrário às propostas que mudam a Constituição para acabar com a possibilidade de reeleição de presidente da República, governadores e prefeitos e para instituir mandato de cinco anos. Os integrantes da comissão decidem amanhã se seguem o relator ou se aprovam os textos originais, apresentados pela Comissão da Reforma Política do Senado. Ao se posicionar a favor da reeleição no Executivo, Renan relembrou argumentos que levaram à aprovação da Emenda Constitucional 16, como o tempo insuficiente do mandato de quatro anos para os desafios dos cargos. De acordo com o relator, a reeleição permite aos eleitores “premiar os bons governantes com um mandato adicional e punir os maus governantes com a recusa desse mandato”.   Ao rejeitar o mandato de cinco anos, o pemedebista disse ser esta proposta “uma espécie de... Leia mais

Montadora fará no Brasil modelo de ônibus híbrido que é fabricado na Suécia

Terça-feira 14, junho 2011

O ônibus híbrido que será produzido pela Volvo no Brasil segue o modelo já fabricado pela empresa na Suécia e na Polônia. Segundo a Prefeitura de Curitiba, três consórcios de empresas de transporte do município foram autorizados a comprar 60 unidades. O primeiro lote estará disponível até o fim de 2012. Com dois motores – um a diesel e outro elétrico -, o ônibus híbrido custa cerca de 70% mais que um convencional com as mesmas características. Ou seja, o preço do novo veículo a ser fabricado no Brasil ficará em torno de R$ 650 mil a R$ 700 mil. Nesse tipo de sistema, o motor elétrico é abastecido nas frenagens. Ou seja, a energia da desaceleração é utilizada pelo motor elétrico para carregar as baterias. Isso facilita a funcionalidade do sistema na área urbana, principalmente em regiões congestionadas, onde os veículos param e aceleram diversas vezes ao longo do dia. O motor a diesel entra em ação em velocidades altas. O híbrido hoje... Leia mais

BID libera financiamento de novos estudos para o projeto do trem-bala

Terça-feira 14, junho 2011

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai financiar um novo pacote de estudos e consultoria para implantação do trem de alta velocidade (TAV). Trata-se de uma segunda rodada de investimentos para viabilizar o trem-bala. Em 2008, em parceria com o BNDES, o BID desembolsou cerca de R$ 1,5 milhão para financiar o planejamento do TAV, projeto que foi realizado pela consultoria inglesa Halcrow Group. Agora, com apoio do banco, a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) quer contratar três tipos de serviços de consultoria. O primeiro contrato, voltado para a área de comunicação social do TAV, prevê a implantação de um serviço 0800 para tirar dúvidas da população, entre outras medidas. Um segundo contrato visa a preparação de um plano de desapropriação e reassentamento de famílias que vivem nas proximidades do traçado do trem. Com 510 quilômetros de malha entre Campinas, São Paulo e Rio, o TAV vai abranger área de desapropriação de 30... Leia mais

País abre 200 mil novos postos de trabalho em maio, anuncia ministro

Terça-feira 14, junho 2011

Mais de 200 mil novos empregos foram criados em maio no Brasil, atingindo o primeiro milhão no governo Dilma Rousseff, informou ontem o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, em Genebra. Ele anunciou ainda que prepara medidas para proteger as empregadas domésticas e formalizar a atividade. A obrigatoriedade de recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), possivelmente com percentual menor, poderá ser uma delas. “O primeiro milhão a gente nunca esquece”, disse o ministro em discurso na Conferência Internacional do Trabalho, ao falar da geração de 15 milhões de postos de trabalho durante o governo Lula e agora de mais de 1,1 milhão nos primeiros cinco meses do governo Dilma. A média de novos empregos formais tem sido de 220 mil desde janeiro. Em maio, passou de 200 mil e a isso vão se somar outros 30 a 40 mil de abril, cujos dados chegaram atrasados ao Ministério do Trabalho. Para o ministério, não está havendo desaceleração, como... Leia mais

Lulaquer obter votos para Graziano em eleição na FAO

Terça-feira 14, junho 2011

A popularidade internacional do ex-Presidente Lula  deverá ser usada pelo Brasil para tentar atrair votos para o candidato brasileiro à Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), José Graziano da Silva, na reta final da disputa. A presença de Lula é aguardada em seminário que o governo vai organizar no dia 24, em Roma, às vésperas da eleição. O encontro vai discutir a cooperação brasileira à agricultura da Africa e do Caribe, num claro aceno à maioria dos países. Além do ex-presidente, poderão aparecer pelo menos cinco ministros. Fonte do governo brasileiro disse que a presença de vários ministros em Roma não será em função do seminário, e sim da agenda deste ano da conferência da FAO, que começará logo depois da eleição, prevista para o dia 26. Graziano é reconhecido como um bom candidato, com todas as credenciais para dirigir a FAO, mas ninguém no governo faz prognósticos, porque a eleição é muito... Leia mais

Solteiros movimentam R$ 418 bi por ano; 46% é da classe C

Segunda-feira 13, junho 2011

Os solteiros do Brasil movimentam R$ 418 bilhões por ano, segundo estudo divulgado nesta segunda-feira pela consultoria Data Popular. A pesquisa apontou que 46% dos solteiros do Brasil pertencem pertencem à classe C, que, junto à base da pirâmide (classes C, D, e E), têm uma renda de R$ 252 bilhões, o que respresenta 60% do volume total. Ainda segundo a pesquisa, o Brasil possui 47,1 milhões de pessoas solteiras, que têm, em média, 32 anos, e respondem por 36,6% da população. O Norte é a região com mais solteiros no País. Leia mais

Alckmin prometeu limpeza dos rios, mas não vai cumprir promessa

Segunda-feira 13, junho 2011

Alckmin prometeu limpeza dos rios, mas não vai cumprir promessa

  As ações de combate a enchentes anunciadas pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) logo após as chuvas registradas no início deste ano atrasaram e ficarão inacabadas no próximo verão.Com 11 dias de mandato, após um dia caótico em São Paulo diante do transbordamento do Tietê e do Pinheiros, Alckmin divulgou que aceleraria a retirada de sedimentos dos rios para tentar evitar alagamentos na temporada de chuvas seguinte.Até dezembro, no entanto, quando começa o verão, ele conseguirá desassorear (retirar sedimentos da calha) apenas 60% do que havia anunciado para os dois rios. O governo prometeu, então, remover 1,5 milhão de m3 do Pinheiros ainda este ano. Agora, a expectativa é que apenas 800 mil m3 sejam retirados até dezembro.No Tietê, Alckmin disse que faria novo contrato para eliminar 2,1 milhões de m3 de materiais também este ano.A nova meta considerada realista pelo governo é hoje de 1,4 milhão de m3 -embora, oficialmente, considere ... Leia mais

Menina de foto histórica, que rejeitou cumprimento de João Figueiredo reaparece após três décadas

Segunda-feira 13, junho 2011

Menina de foto histórica, que rejeitou cumprimento de João Figueiredo reaparece após três décadas

Após quase 32 anos, veio a público a identidade de uma menina de cinco anos que virou símbolo da insatisfação com o regime militar (1964-1985) após ser fotografada rejeitando o cumprimento do então presidente João Figueiredo (1979-1985). A informação foi veiculada no “Jornal da Globo”, da TV Globo, na última sexta. O registro foi feito em 1979 pelo fotógrafo Guinaldo Nicolaevsky durante uma cerimônia no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte.Na foto, a garota Rachel Clemens aparece de braços cruzados enquanto o ex-presidente tenta cumprimentá-la com um aperto de mão. Em seu blog pessoal, ela conta que não cumprimentou Figueiredo porque não queria fazer algo “obrigada”, já que as pessoas ao seu redor insistiram para que ela o cumprimentasse.Apesar de seu relato desmistificar o simbolismo da foto, ela escreveu que ficou “orgulhosa por ter servido de alento para tantos brasileiros” e para “crianças que ... Leia mais

Brasil doará US$ 20 mi para aliança global de vacinação

Segunda-feira 13, junho 2011

O Brasil anunciará nesta segunda-feira, em Londres, a doação de US$ 20 milhões para a Aliança Global para Vacinas e Imunização (cuja sigla em inglês é Gavi ) – iniciativa internacional lançada em 2000 para garantir a democratização do acesso à vacinação e imunização em nível mundial. A aliança já conseguiu prevenir mais de 5 milhões de mortes nos últimos dez anos. Inserida no contexto da ação global de combate à fome e pobreza, a doação brasileira, autorizada pela Lei nº 12.413, será feita por meio de parcelas iguais e subsequentes ao longo de 20 anos. O objetivo é acelerar o acesso às vacinas, a fim de contribuir para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, com a redução em dois terços, até 2015, do número de mortes de crianças menores de cinco anos. Leia mais

Megafesta reúne o abecedário político

Segunda-feira 13, junho 2011

Governo, oposição e representantes do Judiciário sentam lado a lado no casamento da filha do ex-senador Heráclito Fortes em uma chácara no Lago Sul   Há tempos um evento social em Brasília não reunia tanta gente do governo e da oposição, de todos os partidos e poderes do Brasil. De A (de Arlindo Chinaglia) a Z (dos “Zés” Serra, Dirceu e Sarney), não faltou ninguém do Executivo, Legislativo e Judiciário. Todos foram prestigiar a megafesta, na noite de sábado, que o ex-senador Heráclito Fortes e a mulher, Mariana Brennand Fortes, prepararam para celebrar o casamento da filha, Heloísa, com Flávio Marques. “Lembrei do meu casamento com Mariana”, comentou Heráclito, detentor de uma carreira política construída ao lado de Ulysses Guimarães e que, ao longo de mais de 30 anos, lhe fez angariar tantos amigos em todos os espectros da política. “Ele sabe o que cada um aqui fez no verão passado”, brincava um convidado. Num espaço construído... Leia mais

Construção civil tem demanda aquecida pelo menos até 2016

Segunda-feira 13, junho 2011

  Os fabricantes de alumínio para o ramo de construção civil estão com o presente e o futuro garantidos, pelo menos até 2016, levando em conta a expansão nas vendas de imóveis. Embora nas construções de baixo e médio custos sua participação ainda fique atrás do ferro e da madeira, o alumínio avança nas obras luxuosas, sendo cada vez mais utilizado em janelas, portas, armários e boxes de salas de banho. Os fabricantes respondem com mais investimentos diante do bom momento. “A Alcoa investirá US$ 45 milhões entre 2010 e 2016 nas áreas de expansão, lançamento de novos produtos, abertura de lojas, entre outros projetos”, afirma José Carlos Cattel, diretor da divisão de extrudados da empresa. A primeira leva de investimentos, no ano passado, somou US$ 11 milhões, aplicados na ampliação da linha de acabamento na área de perfis – esquadrias para janelas e portas. “Com esses recursos, a produção cresceu 11%. Para este ano... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos