Documentos da PF mostram a tucanada recebendo propina em São Paulo

Sábado 19, outubro 2013

Documentos da PF (Polícia Federal) apontam movimentações financeiras suspeitas de ex-servidores dos governos do PSDB e do PMDB no Estado de São Paulo, segundo notícia divulgada pelo “Jornal Nacional”, da Rede Globo. Peritos da PF cruzaram informações da renda líquida (descontados os impostos) com o patrimônio declarado no Imposto de Renda de 20 pessoas e de cinco empresas, entre 2000 e 2008, e verificaram que quatro delas têm evolução patrimonial incompatível com seus ganhos. A suspeita é que estejam envolvidas no caso Alstom, que teria dado propina durante escolha em licitações para a compra de equipamentos ao Metrô de São Paulo. A reportagem cita Celso Sebastião Cerchiari, que foi diretor da Cesp; Miguel Carlos Kozma, que foi presidente do Metrô entre 2001 e 2003, morto em 2011; Romeu Pinto Júnior, que administrava a consultoria MCA, suspeita de fazer pagamento de propinas a funcionários do governo; e Sabino Indelicato, que, segundo a Polícia... Leia mais

Alstom consegue suspender convocação de CPI da Câmara de São Paulo

Quinta-feira 17, outubro 2013

A Alstom obteve liminar na Justiça que suspendeu a convocação do presidente da multinacional no Brasil pela CPI dos Transportes, aberta pela Câmara de São Paulo, para apurar os custos das empresas que prestam serviços na cidade. O pedido, concedido pela 10ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, foi divulgado de manhã na sessão da CPI. O presidente da Alstom, Marcos Costa, teria de depor na Câmara no dia 11. Criada após os protestos contra o reajuste do preço da tarifa de ônibus e do Metrô, a CPI acabou incluindo nas apurações as denúncias de suposto cartel nos contratos metroferroviários nos governos de São Paulo e do Distrito Federal. Na avaliação do PSDB, a CPI, que é controlada pelo PT, estaria tentando explorar politicamente o caso do cartel e desviando o foco da investigação. O PT nega. Segundo a decisão, a convocação do presidente da Alstom não tem relação com o objeto da CPI, que é apurar as planilhas de custo de ônibus. O presidente da... Leia mais

Um terço dos usuários de planos de saúde recorre ao SUS ou paga consulta

Quinta-feira 17, outubro 2013

  Tantos são os problemas e dificuldades enfrentados com planos de saúde no país que 30% dos usuários recorrem ao SUS (Sistema Único de Saúde) ou ao atendimento particular para receber cuidado médico adequado. É o que mostra uma pesquisa da Associação Paulista de Medicina (APM), em parceria com o Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (17), às vésperas do Dia do Médico. O levantamento indica que houve um aumento de 50% na procura de usuários de convênios por atendimento particular ou pelo SUS em relação à apuração anterior, feita no ano passado. Em 2013, 22% das pessoas que têm plano de saúde tiveram que recorrer ao sistema público, contra uma proporção de 15% registrada no ano passado. E 12% tiveram que arcar com o atendimento este ano, contra 9% em 2012. O maior crescimento na procura por outras opções de atendimento ocorreu principalmente na capital, entre as mulheres e entre os usuários com idade entre 25 e 34 anos. Metodologia A pesquisa foi... Leia mais

Deputado aponta ‘patrulha’ dos ‘sonháticos’

Terça-feira 15, outubro 2013

  Articulador da aliança com o PSB, Feldman critica resistência de grupo que idealizou a Rede e diz que momento é de “coalizão” Um dos responsáveis pela articulação da aliança entre Marina Silva e Eduardo Campos, o deputado federal Walter F eldman (PSB-SP) critica a postura de integrantes da Rede que rejeitam a união de ambos e defende que esses se afastem do projeto. “Tem debate dentro da Rede que parece coisa do passado mais distante. Tem posturas de patrulha, que não compreende a crítica e trata como pessoal. Não consegue fazer transição para o novo se não tiver muita autocrítica”, afirmou Feldman sobre os chamados “sonháti-cos”, como são conhecidos parte dos apoiadores de Marina. Segundo ele, quem acreditava que a Rede deveria caminhar sozinha no seu ideal político, deveria retornar ao Movimento Nova Política, que a precedeu. “O que eu acho é que aqueles que imaginavam que a Rede deveria ser sozinha um núcleo... Leia mais

Em Pernambuco, Eduardo Campos pratica a ‘velha política’

Domingo 13, outubro 2013

  Crítico ao que chama de “política mofada” e das “raposas” do cenário nacional, o governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) segue em casa a lógica tradicional. Dono de uma coligação de 14 partidos, Campos aloja em sua administração os aliados que o ajudaram na eleição de 2006 e na reeleição em 2010. O presidente nacional do PSB, que prega ter chegado “a hora de aposentar um bocado de raposas que já encheram a paciência do povo brasileiro”, governa ao lado de aliados como o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR), o ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti e quadros oriundos do PFL, como o ex-governador Joaquim Francisco, convertido por Campos ao socialismo ao ser indicado suplente de senador pelo estado. Para derrotar Mendonça Filho, à época no PFL, na disputa pelo governo do estado em 2006, o candidato Eduardo Campos aceitou dar a Inocêncio Oliveira as duas secretarias negadas pelo adversário, então... Leia mais

Delegada vence medo e prende o matador presidente do PTB no interior do Ceará

Sábado 12, outubro 2013

  Manhã de 30 de janeiro de 2013. “Procuro agulha no palheiro”, diz a delegada Milena de Moraes, 40 anos de idade e 13 de polícia, na delegacia de Pacatuba, região metropolitana de Fortaleza. Cinco dias antes, o vereador eleito Valdomiro Nascimento de Souza, de 35 anos, havia sido assassinado com seis tiros. O Estado passou a acompanhar diariamente as investigações do caso. Até aquela manhã, a delegada tinha interrogado 40 pessoas, segundo suas próprias contas. Nenhum assessor político, funcionário da Câmara, vereador ou representante de partido foi ouvido. Chegou ao conhecimento dos investigadores que o vereador havia recebido ameaças quando assumiu o mandato. “José Cleudon Rodrigues Costa, suplente do vereador Valdomiro, chegou a avisar que daria um depoimento, mas até agora não veio”, diz Milena. Procurado pela reportagem, Costa não aceitou conversar. O modelo usado na investigação da morte de Valdomiro é o da rotina da delegada, o do... Leia mais

Marina e integrantes do Rede dizem que filiação é “transitória”

Quinta-feira 10, outubro 2013

A ex-senadora Marina Silva e integrantes da cúpula do Rede Sustentabilidade afirmaram ontem que devem decidir no domingo a data em que entregarão à Justiça Eleitoral as assinaturas pendentes para a formalização do partido. Eles se referiram à filiação ao PSB como uma coligação e usaram a palavra transitória para qualificar sua passagem pela sigla presidida por Eduardo Campos, governador de Pernambuco e pré-candidato a presidente da República. Marina disse que o Rede é o primeiro partido clandestino em plena democracia e ouviu seus seguidores compararem a situação que vivem hoje com a de militantes de partidos vetados pela ditadura militar, que precisavam se filiar ao partido permitido pelo regime, o MDB, para poderem atuar na política. Eles deram as declarações em entrevista coletiva realizada em Brasília após a primeira reunião da Executiva do Rede realizada após a filiação de Marina ao PSB, no sábado. Segundo Basileu Margarido, coordenador-executivo da... Leia mais

Vice-presidente nacional do PSB, classificou a Rede como fundamentalista, religioso e preconceituoso

Terça-feira 8, outubro 2013

  Número 2 do partido e ex-colega de Esplanada de Marina revê posição e afirma que só amebas e mármore não mudam” Assim que a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva começou a articular a criação da Rede Sustentabilidade, o vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, classificou o novo partido como “fundamentalista, religioso e preconceituoso 7″. Ontem, após a filiação dela ao PSB no fim de semana, Amaral afirmou ao Estado que mudou de ideia e diz, agora, reconhecer a importância da Rede. “Essa era a minha avaliação naquela época. Mas só as amebas e as pedras mármores é que não mudam”, afirmou. Em fevereiro, o dirigente do PSB afirmou ter pouco conhecimento sobre o movimento político orquestrado por Marina, mas fez duras críticas à nova legenda. “Ainda não tive muita informação, mas até aqui é um negócio fundamentalista, religioso e preconceituoso. Ainda não vi política nele”, disse ao jornal Valor... Leia mais

Roberto Freire foi rejeitado duas vezes em menos de uma semana

Terça-feira 8, outubro 2013

  Depois de escancarar as portas do partido para José Serra e Marina Silva disputarem a Presidência em 2014 e ser rejeitado duas vezes em menos de uma semana, o deputado federal Roberto Freire, presidente nacional do PPS, defende agora que o governador Eduardo Campos lidere a chapa e tenha como candidata a vice a ex-ministra do Meio Ambiente. Apesar de não descartar uma aliança com o senador tucano Aécio Neves , o dirigente sinaliza que seu partido está mais próximo do governador pernambucano. “O apoio ao Eduardo Campos sempre esteve presente e continua como hipótese de escolha do PPS. Houve um fortalecimento da candidatura dele, que se transforma em um efetivo polo alternativo aos governos Lula-Dilma”, disse Freire ao Estado. Ele argumenta, ainda, que as atuais pesquisas de opinião não devem servir como parâmetro para definir o presidenciável do PSB. “O Eduardo deve estar na cabeça da chapa. Ele representa um projeto mais de acordo com o que pensa... Leia mais

Fundadores da Rede se dizem ‘constrangidos’ com adesão ao PSB, Há seis meses, Marina achava tudo igual

Terça-feira 8, outubro 2013

Sonháticos envolvidos com a criação da Rede Sustentabilidade em São Paulo reagiram mal à notícia de que Marina Silva se filiaria ao PSB. Em mensagens trocadas no final de semana, antes da entrevista coletiva que a ex-senadora deu ao lado do governador Eduardo Campos (PE), integrantes do grupo que coordena a Rede no Estado se disseram “constrangidos” e “desolados” com a filiação. Coordenadores chegaram a chamar a migração de “volta à velha política” e disseram que o fato de terem começado uma discussão sobre um futuro sem a Rede era por si só uma situação “vexatória”. Outros defenderam uma “purificação” da sigla. Mesmo os que apoiaram a aliança nacional entre os dois partidos disseram ver obstáculos ao acordo em São Paulo, dizendo que, no Estado, os socialistas têm representantes com os quais a Rede não merece caminhar junto. O grupo é composto por pessoas que fundaram a Rede Sustentabilidade em São... Leia mais

Decretada quebra de sigilo de Andréa Matarazzo (PSDB) e mais 11 no caso propina Alstom

Terça-feira 1, outubro 2013

  A Justiça Federal decretou quebra de sigilo bancário e fiscal de 11 investigados do caso Alstom, suposto esquema de cartel nas áreas de transporte e energia em São Paulo, informação antecipada ontem pelo blog de Fausto Macedo no estadão.com.br. A medida abrange o período 1997-2000 e atinge, entre outros, o hoje vereador paulistano Andréa Matarazzo (PSDB) e Jorge Fagali Neto, ex-secretário de Transportes em 1994 (governo Fleury). A Justiça Federai decretou a quebra do sigilo bancário e fiscal de li investigados do caso Alstom – inquérito sobre suposto esquema de pagamento de propinas a servidores públicos e dirigentes de estatais da área de transportes públicos e energia, em São Paulo, nos anos 1990, durante gestões do PSDB no Estado. A medida alcança um período específico, de quatro anos, e manda a Receita Federal e o Banco Central buscarem “informações de que os indiciados, bem como das pessoas jurídicas a eles vinculados, declararam, no... Leia mais

R$ 1,7 mi em divulgação

Terça-feira 1, outubro 2013

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a quatro anos e oito meses de prisão no regime semiaberto por fraude em licitações, o senador Ivo Cassol (PP-RO) é, até agora, o campeão de gastos com “divulgação de atividade parlamentar” em 2013. Como o Correio mostrou no domingo, além de já terem usado a gráfica do Senado para imprimir 4,6 milhões de peças gráficas, os senadores pagaram, com dinheiro público, R$ 1,7 milhão pela divulgação de seus mandatos. A cifra é um dos itens da Cota para Exercício de Atividade Parlamentar (Ceaps), mais conhecida como verba indenizatória. Cassol gastou R$ 145,9 mil com a divulgação, entre janeiro e setembro, média de R$ 16,6 mil por mês. Além de uma empresa de consultoria, o senador investiu em rádios e portais da região. Os sites pagos pelo senador publicam notícias da Agência Senado, que permite a reprodução de suas reportagens gratuitamente, exigindo apenas a citação. De acordo com a assessoria de... Leia mais

O TSE vai passar por cima da lei e abrir a porta para Marina?

Terça-feira 1, outubro 2013

  Sem o número mínimo de 492 mil assinaturas certificadas pela criação da Rede Sustentabilidade, a ex-senadora Marina Silva chega à antevéspera da sessão na qual o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apreciará a concessão do registro do partido com a estratégia de convencer os ministros a considerarem 95 mil fichas rejeitadas na fase de coleta de apoios. Pressionada, a presidenciável apela para o discurso de que a Rede foi “injustiçada” por cartórios eleitorais, que, segundo ela, rejeitaram assinaturas “sem justificação”. Conforme números do TSE, a sigla conta com 442 mil certidões — 50 mil a menos que a quantidade exigida por lei. Marina, no entanto, se mostra confiante em uma decisão favorável no julgamento, marcado para quinta-feira. Relatora do processo, a ministra Laurita Vaz fixou prazo que se encerra às 18h de hoje para que o Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifeste no processo. A magistrada afirmou ontem, em entrevista... Leia mais

Ibope: Marina cai, Dilma cresce e abre 22 pontos

Quinta-feira 26, setembro 2013

  Pesquisa nacional Ibope em parceria com o  o jornal Estado de SP mostra que Dilma Rousseff (PT) abriu 22 pontos sobre a segunda colocada, Marina Silva (sem partido), na corrida presidencial. Em julho, a diferença era de 8 pontos. Desde então, a presidente cresceu em ambos os cenários de primeiro turno estimulados pelo Ibope, enquanto Marina perdeu seis pontos, se distanciando de Dilma e ficando mais ameaçada pelos outros candidatos. No cenário que tem Aécio Neves como candidato do PSDB, Dilma cresceu de 30% para 38% nos dois últimos meses. Ao mesmo tempo, Marina caiu de 22% para 16%. Aécio oscilou de 13% para 11%, enquanto Eduardo Campos (PSB) foi de 5% para 4%. A taxa de eleitores sem candidato continua alta: 31% (dos quais, 15% dizem que votarão em branco ou anularão, e 16% não sabem responder). O cenário com José Serra como candidato do PSDB não tem diferenças relevantes: Dilma tem 37%, contra 16% de Marina, 12% de Serra e 4% de Campos. Nessa hipótese, 30%... Leia mais

Mais Médicos chamará mais dois mil cubanos

Quarta-feira 25, setembro 2013

  Dos 1.602 profissionais formados no exterior inscritos na segunda etapa de seleção do programa Mais Médicos, só 149 validaram sua participação. Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, 532 concluíram todas as etapas da seleção, mas apenas 149 apresentaram os documentos. O ministério afirmou que nesta segunda etapa serão chamados 2 mil médicos cubanos. Na primeira, 400 cubanos e 281 médicos concluíram processo seletivo. Também foram selecionados na segunda etapa 417 médicos brasileiros, que confirmaram sua atuação em 228 municípios e nove Distritos Sanitários Indígenas. Os estrangeiros selecionados na segunda etapa vão trabalhar em 70 municípios, a maior parte (65%) vai para áreas de extrema pobreza e periferias de regiões metropolitanas, informou o ministério No Rio Grande do Sul, mesmo com os registros profissionais liberados pelo Conselho Regional de Medicina (Cremers) há quase uma semana, nenhum dos 29 médicos formados no exterior e... Leia mais

Pesquisadores veem ressurgimento da direita

Quarta-feira 25, setembro 2013

  A direita saiu do armário e hoje não hesita mais em expor suas ideias. Desde as tendências que apoiam os militares até as que defendem autoritarismos, como o nazismo, estão assumindo suas posições. Esta foi a principal tese defendida ontem na mesa-redonda Direita Volver? O ressurgimento do conservadorismo político no Brasil contemporâneo , realizada no 37º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais (Anpocs). Hoje se perdeu a vergonha de ser conservador, de se assumir como de direita. Muito mais gente assume a defesa de um regime militar, do autoritarismo, do nazismo , disse o professor Adriano Codato, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). As manifestações de junho levaram o professor João Feres Júnior, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) a concluir que a direita saiu do armário . Codato analisou o perfil de cerca de 7 mil parlamentares que passaram pela Câmara dos Deputados entre 1945 e 2010, tendo como... Leia mais

Cid prepara desembarque do PSB e pode migrar para nova legenda

Quarta-feira 25, setembro 2013

  Em reunião da Comissão Executiva Estadual do PSB, o governador do Ceará, Cid Gomes, levou à deliberação, ontem à noite, a saída em conjunto de seu grupo do partido. A tomada de decisão vem uma semana depois do anúncio da entrega dos cargos que o PSB ocupa no governo federal. Na votação sobre o assunto na Executiva Nacional, Cid foi o único a se abster. O governador é aliado da presidente Dilma Rousseff e se ergueu como principal voz no interior do partido contra o projeto do governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, de concorrer ao Planalto no ano que vem. A reunião ampliada contou com a presença de integrantes da Executiva Estadual além de deputados federais, estaduais e de prefeitos que devem se candidatar na próxima eleição. Cid Gomes, nas últimas semanas, negociou com duas siglas em formação, o que viabiliza a troca de legenda, sem o risco da perda de mandato por infidelidade partidária. O primeiro foi o Solidariedade, que... Leia mais

Recado da presidente pode acelerar votação de projeto

Quarta-feira 25, setembro 2013

  O discurso da presidente Dilma Rousseff na 68ª Assembleia Geral da ONU, em Nova York, reforçou todos os princípios consagrados no projeto que institui o marco civil da internet brasileiro, afirmou o relator da proposta, deputado federal Alessandro Molón (PT-RJ). Foi importante interna e externamente, porque fortaleceu os pilares do marco brasileiro. Espero que isso apresse a votação. Em sua manifestação, Dilma exortou a ONU a liderar o esforço pela aprovação de um marco regulatório multilateral sobre o uso da internet, que será apresentado pelo Brasil, a fim de regular o comportamento dos países frente a essas tecnologias. A presidente defendeu uma proposta baseada em pilares como a liberdade de expressão, a privacidade dos usuários, governança democrática e multilateral, diversidade cultural e neutralidade da rede – ou seja, sem restrição por motivos políticos, comerciais, religiosos ou de qualquer natureza. O marco global defendido pela presidente... Leia mais

Em vídeo, deputado ensina a comprar votos e difamar adversários

Segunda-feira 22, julho 2013

  O deputado federal Aelton Freitas (PR-MG) foi gravado em um vídeo ensinando como se disputa uma eleição comprando votos e difamando adversários políticos durante a reta final das eleições de 2012 em Capetinga, no interior de Minas Gerais. Na gravação, o parlamentar, que já foi senador no lugar do ex-vice-presidente da República José Alencar, dá uma “aula” para outros políticos da cidade. A “primeira lição” é a compra de votos, por meio da técnica do “cartãozinho”. “Nós vamos fazer 200 cartõezinhos para prefeito. Não quer dizer nada, 200 cartõezinhos. E nós vamos pegar 20 amigos nossos confiáveis. Quem é da confiança? Vinte. Então você vai ter dez, você vai ter dez, você vai ter dez. Você vai buscar dez companheiros seus lá e que não estão votando no Donizete (Donizete do Escritório, candidato a prefeito). Esse cartãozinho vale R$ 100. O cara não vai votar em você. Vai votar nos R$ 100 que o cartãozinho que está no... Leia mais

Subsidiária da Delta ganha fôlego em licitação milionária do governador Geraldo Alckmin

Quarta-feira 17, julho 2013

  A Técnica Construções S/A, subsidiária da Delta – empreiteira declarada inidônea pela Controladoria-Geral da União (CGU) – ganhou fôlego na licitação bilionária do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), vinculado à Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do governo Geraldo Alckmin (PSDB). Decisão da 5.ª Vara da Fazenda Pública da Capital rejeitou liminar em mandado de segurança do grupo concorrente porque “não vislumbrou ilegalidade” em ato do DAEE que adiou para a etapa da habilitação a análise sobre a suposta incapacidade da Técnica. Ante a medida judicial, o Tribunal de Contas do Estado apertou a vigilância sobre o polêmico certame. O conselheiro Sidney Beraldo determinou ao DAEE que dê “ciência imediata dos atos no procedimento licitatório, em especial os da fase de habilitação, de todos os licitantes que disputam o objeto da concessão”. Na semana passada, Beraldo havia dado 48 horas para que... Leia mais

Retrospectiva Governo Lula

Arquivos

Amigos & Amigos